Vá embora!

5min. de leitura

Tornou-se tão comum esbarrarmos em relatos de moças que passaram por algum tipo de abuso em um relacionamento amoroso. Não há dúvidas de que o aumento gradual da visibilidade desse problema é extremamente positivo, afinal, quanto mais nos familiarizarmos com as características de um relacionamento abusivo, mais preparadas estaremos para evitá-lo – ou sairmos dele.



É importante deixar muito claro que não precisa haver agressão física para haver abuso. O abuso psicológico pode ter consequências tão graves para a vítima quanto um ataque físico, impactando severamente sua autoestima e confiança. A vítima passa a acreditar em tudo que seu parceiro diz, podendo sentir-se menor, desinteressante, feia, incapaz de corresponder às expectativas do parceiro e até mesmo totalmente desprovida de valor.

Para quem nunca passou por um relacionamento abusivo, é fácil supor que os atos enumerados anteriormente são absurdos demais para passarem despercebidos.

va-embora


De forma geral, a vítima de um relacionamento abusivo tem furtada a capacidade de agir de acordo com seus interesses, devido ao controle e à manipulação extrema a que é submetida. Além disso, seus sentimentos pelo agressor e a culpa que ele instaura nela mascaram o abuso sofrido. Ainda que o abuso seja de fato percebido pela vítima, entretanto, ainda pode haver diversos motivos que fazem com que a mulher se mantenha no relacionamento, como o medo de recriar a sua identidade após tanto tempo voltando seu eu em torno do agressor; o medo do desconhecido; a vergonha de admitir que o relacionamento não deu certo; a esperança de que a pessoa vá mudar ou o amor pelas características boas da pessoa.

A vítima pode também acreditar que seu parceiro a abusa sem perceber ou que ele está simplesmente passando por uma fase ruim. Porém, o abuso não ocorre de forma não-intencional. O agressor tenta de modo sistemático ganhar poder no relacionamento. Para isso, faz uso da culpa e da manipulação, limitando as opções da vítima e controlando-a, acreditando que isso a torna sua posse. Como Priscylla Piucco, autora do post da Capitolina, colocou: “A pessoa é responsável pelas agressões e abusos SIM. Aceite, quem está nesse relacionamento com você É uma pessoa abusiva. Essa característica faz parte da pessoa, não vai sumir do nada numa bela manhã de sol em julho”.

Coloque as suas próprias necessidades em primeiro lugar. Pare de se preocupar sobre como proteger o abusador. Cuidar de si mesmo e suas necessidades, e deixar que alguém se preocupar com si mesmo quando você tentar manipular e controlar o seu comportamento.


Desenvolva um plano de saída. Você não pode ficar em um relacionamento emocionalmente abusivo para sempre. Se as finanças, filhos ou algum outro motivo válido impedindo que você sair agora, o desenvolvimento de um plano para sair o mais rápido possível. Comece a poupar dinheiro, à procura de um lugar para viver, ou a planear um divórcio, se necessário, para que você possa se sentir mais no controle e poder.

O abuso emocional corta para o núcleo do seu eu essencial, que pode criar cicatrizes psicológicas para a vida e dor emocional. Deixar um relacionamento abusivo pode ser uma das coisas mais difíceis que uma pessoa pode fazer. Mas ainda depois de seu ex estar fora da sua vida, às vezes os efeitos emocionais e mentais da experiência do abuso podem se demorar. Você pode ter sentimentos de depressão, culpa, raiva, perda e até sintomas de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT):

  • Ansiedade
  • Problemas para dormir
  • Sentir-se com medo ou apavorada facilmente
  • Evitar gatilhos emocionais que a lembrem o abuso
  • Dificuldade em manter relacionamentos
  • Sentir-se emocionalmente entorpecida

Não há uma única forma de se sentir ou de se recuperar após deixar um relacionamento abusivo. A recuperação é um processo e através dele você irá se lembrar do quão forte, capaz e extraordinária realmente é. Você vai passar por momentos bons e ruins, mas todo dia livre de abuso é mais um pedaço de si mesma que você recupera e, eventualmente, esses pedaços formarão algo inteiro.

Não permita que ele te consuma.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.