ColunistasGratidão

Vá na fé, vá em paz, vá sem julgamento. Segure firme das mãos de Deus e apenas agradeça

É preciso ter paz. É preciso saber a hora de ir. É preciso segurar firme nas mãos de Deus e continuar buscando o que é essencial para a vida.



É preciso levar dentro de si o perdão de quem aprendeu, de quem também cultivou coisas boas, de quem não se quer infeliz.

Viver é um exercício diário, é a conexão com coisas profundas, é não se apegar ao raso do que pode machucar.

É preciso apenas deixar fluir, deixar acontecer, deixar que o que for melhor seja feito.

Deus pode tudo, e cada um precisa aprender a se defender.


Dentro de cada oração, dentro de cada religiosidade, dentro de cada visão do que cada um deseja para si é o que a vida trará.

Confie, porque hoje pode ser totalmente diferente, pode ser inesperado, pode ser a porta que se abre e diz: ei, enfim, você conseguiu!

Lute por você, lute pelos seus ideais, por menores que sejam, por maiores que forem seus estímulos e desejos.


Não importa o tamanho ou a quantidade.

Queira-se saudável e livre de coisas tóxicas.

O que importa é sua realização interior.


Transmita isso para a vida, transmita isso para dentro de você.

Tudo virá na exatidão do que busca.

Mantenha a calma.


Às vezes, você desvia de um caminho para chegar ao seu destino verdadeiro.

É como se Deus tivesse feito seu roteiro lhe indicando a rota.

Nada vem fácil. Por isso esteja ciente das atribulações, das coisas que nem sempre darão certo.

Vá na fé, vá em paz, vá sem julgamento. Seu tempo é hoje. Espelhe-se naquilo que o inspira e lhe traz para mais perto do verdadeiro sentir.

Movimente-se e agradeça. Seu coração é um músculo grandioso. Há muita coisa boa dentro de você.

Um sorriso ajuda a prosseguir.

Você decidiu amar por dois, agora sangra sozinho(a)

Artigo Anterior

Agradeça por cada dia, pois o nascer do sol é o silencioso “bom dia” de Deus para você!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.