4min. de leitura

“Vai ficar tudo bem.”

Vai ficar tudo bem. Deixe-me ajudá-lo (a)!

Observo-o (a) perto e longe, vejo que não está bem e me vi em você também. Mas, enquanto eu recebo apoio e consigo ainda lutar para recomeçar, você perde seu rumo e tenta retornar de onde veio, do sofrimento.



Sei que sou um (a) mera mortal, nova demais para aconselhar e entender o enigma da vida, mas quero ser seu anjo, seu auxílio, para reerguê-lo, porque sei o quanto é difícil.

Vi você lutar tanto por um sonho e por mais difícil que ele parecesse ser, você o alcançou. Pensei que depois disso, tudo estaria resolvido, só que com as melhorias também vieram outros problemas, faz parte.

Apesar de tudo, quero lhe dizer que você pode fazer escolhas certas, tentar achar aquela luzinha no final do túnel. Não se deixe vencer. Você é muito mais do que imagina. Levante-se, assim como conseguiu tantas vezes.

Deixe-me ajudá-lo (a). Sei que não consigo fazer muita coisa, mas aprendi que palavras também têm poder. Quero deixar aqui apenas mensagens positivas. Quero lhe dizer que todas as vezes que você se sentir vazio (a), pense que isso vai passar.

Você é um ser humano, que merece ser feliz, possui diversas qualidades, já proporcionou muitos sorrisos e momentos bons a outras pessoas e, apesar de estar se sentindo tão sozinho (a), odiado (a) pelo mundo, não se engane, muitas pessoas o (a) admiram e gostam de você, mas, às vezes, esquecem de demonstrar ou de agradecer.


Tente retornar aos seus objetivos e sonhos. Se não quiser mais os mesmos, crie outros. Isso é o que vai movimentar o seu mundo. Mas tente caminhar devagar, ver onde errou, e não se cobre tanto. Às vezes, queremos tudo de uma vez e não conseguimos fazer nada, justamente por isso.

Coloque tudo no papel. Imagine que o mundo pode acabar amanhã mesmo ou daqui a uma semana, e você precisa fazer coisas prazerosas, coisas que queira fazer, mesmo que pareçam bobas e simples.

Não precisa exagerar e sair do emprego que é seu sustento ou gastar todo o seu dinheiro com coisas fúteis, para se arrepender depois.

Quando digo para fazer tudo o que queira, falo em coisas pequenas, mas boas, em fazer o que lhe der vontade no momento, tudo com responsabilidade. É tomar um café ou um mousse de maracujá naquela hora que bater a vontade; conhecer uma rua nova ao ir trabalhar ou na hora do seu almoço; falar com gente nova; aceitar convites e experiências novas.


“Ah, mas eu queria tanto isso!”. Sim, eu também queria, mas se não deu certo, continuarei sofrendo? O que estou fazendo para mudar essa realidade? Estou economizando? Mudando minhas atitudes? Os lugares que vou? As pessoas com quem saio? As palavras que acolho e guardo? Ou estou só existindo e fazendo sempre o mesmo, querendo ajudar a todos e esquecendo que eu preciso viver e ser feliz também?

Pense um pouco mais, em fazer escolhas, não pelos outros, mas por você, para a sua felicidade.

O que adianta retornar para um lugar onde suas torturas estavam presentes? Não é mais fácil achar saídas para os problemas de agora, do que aqueles antigos que você já tinha superado?

Deixe-me ajudá-lo (a)!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: adamgregor / 123RF Imagens

Você sabia que O Amor está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.