À vida, que seja leve…

2min. de leitura

À vida, peço que seja leve. Que seja verdadeira, que nunca em momento algum perca o norte daquilo que sou para ser uma coisa qualquer.



Peço-lhe que tenha visão para sempre ver a verdade, que tenha honestidade para agir corretamente, que tenha clareza para em tudo não haver segundas intenções, e que tenha sempre amor para dar e receber.

Peço-lhe que mesmo nos momentos duros segure-me, que tente ser o mais leve possível e que me dê a força para aprender e levantar.

Peço-lhe que tudo o que faça venha do coração e só por último da razão.


Ao que me é tirado, porque já não é necessário na minha vida, que consiga sempre ver e discernir que o melhor ainda está para vir. Às lágrimas que me faz chorar que sejam salgadas, que me tornem leve e breve. Que o sofrimento que outrora tive de passar que tenha sido para me ajudar. Que no futuro consiga erguer o que afinal nunca acabei por perder.

E à vida, só vida, confesso o que não consigo admitir, os sentimentos que tento retrair. E apenas ela sabe a mais pura verdade, sem rodeios, ou dita por meios. Apenas ela e só ela consegue saber e ver toda a minha essência, toda a minha clareza e toda a minha luz.

A ela peço exatamente isto: que a luz que cada um de nos irradia nunca se apague.


E tu o que pedes à vida?

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.