4min. de leitura

Vidas se cruzam… é gente que vem, gente que marca, gente que vai, gente que fica

Vidas se cruzam, histórias se entrelaçam…


Um dia, voltamos aos capítulos anteriores e ligamos aquele encontro casual com algo vivo e real hoje. Repassamos antigas fotografias e relembramos como éramos e nos sentíamos diferentes de agora.

Reencontramos velhos amigos e nos perdemos nas memoráveis histórias que se desenrolaram de lá até aqui. Vidas se cruzam, histórias se entrelaçam, é gente que vem, gente que marca, gente que vai, gente que fica.

Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha, é porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra! Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha e não nos deixa sós, porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós […].


Desprogramados, somos guardados e presenteados com os encontros que a vida propõe. Sempre nos recordamos daquele olhar de compreensão em dia de lamúria, daquele agasalho que esquenta em manhã fria e sem cor, daquele “bom dia” adocicado com ternura, que nunca se esquece de nós, faça chuva ou faça sol.

Agradecendo a companhia até dos momentos mais difíceis

Revivemos com sorriso no rosto os piores imprevistos, a ironia dos desencontros, as rugas que adquirimos por banalidades, as fúrias pontuais que nos fizeram mais fortes. Por mais que alguém possa nos ter causado dor, sempre podemos agradecer por termos vivido a companhia daquele instante.

Existe gente que vem para mostrar como não devemos – nunca – nos comportar.


Existe gente que vem para nos desestruturar, para quebrar nossas pernas e para nos recompor, voltar a andar, daquele momento em diante, sem cambalear.

Há ainda quem chega quebrando todas as nossas regras, mudando o rumo, fazendo barulho, causando perturbação. Nem sempre é fácil reconhecer de imediato que aquele momento ruidoso e confuso pode ser um grande mestre para alcançarmos a paz do coração, porque há esbarrão que alinha, tranco que finca os pés no chão, susto que acalma, fortalece, faz da vida mais sim do que não.

Nada é em vão

Cada pessoa que passa fica o tempo suficiente para que nos modifiquemos para sempre. Cada pessoa que chega carrega um pedaço nosso em sua caminhada também. Cada pessoa que parte leva consigo mais história para contar, afeto para guardar e inspiração para continuar. Não existe contato que não envolva troca, não existe página em branco, não existe despedida sem que algo valoroso permaneça, apesar da partida.

Nada é em vão, nada é desprovido de sentido. Cada um que passa em nossa vida vem para nos ensinar, para nos desacomodar, para nos colocar no lugar em que, mesmo sem saber, gostaríamos de estar.

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Amor: 123RF Imagens.


Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.



Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.