Você está preparado para os desafios de 2018?

5min. de leitura

Então, iniciamos mais um ano. Um ano que será tão desafiador quanto, ou mais que 2017 foi.



Um ano que deverá ser promissor e abundante, comprovando que somos resilientes por chegarmos até aqui, firmes e fortes.

Ano de eleições presidenciais e de Copa do Mundo. Ano onde o “nós” será muito mais importante para alcançar nossas metas e que precisaremos investir em parcerias, alianças, acordos e uniões para atingir os objetivos pessoais e profissionais.

Mas para que nossas conquistas e realizações aconteçam assertivamente é preciso saber onde queremos chegar e, o mais importante, como vamos fazer para chegarmos onde queremos.


Daí o reforço da pergunta da chamada: você está preparado para os desafios de 2018?

Para que possamos definir qualquer objetivo ou meta, precisamos de autoconhecimento. Precisamos saber o que queremos para a nossa vida, o que queremos de fato experimentar para que assim possamos criar a nossa realidade. Temos que entender o que não abrimos mão, o que é importante para nós, quais são nossas crenças possibilitadoras e as limitantes – e delimitar estratégias para vencê-las – além de entender quais os valores que norteiam a nossa trajetória, qual é o nosso propósito nesse plano e qual o legado queremos deixar quando partirmos.

Mas, o que fazer quando tivermos tudo isso claro em nossa mente? O que fazer com todas essas informações?! Primeiro: nortear todas as nossas ações para que sejam congruentes com o nosso discurso e pensamento; e segundo, planejar a nossa vida. Sem planejamento, nada acontece. Ai, sim, você terá condições de enfrentar de cabeça erguida o próximo ano e a sua vida.

O planejamento evitará que deixemos o nosso barco da vida à deriva. Dará um rumo, trará clareza de ideias e delimitará ações para que esses objetivos e metas sejam alcançados. E o principal, evitará que você perca oportunidades de crescimento e conquistas deixando tudo para cima da hora. Saberá o momento certo e exato de agir, as parcerias que deve fazer, os passos que deve dar e o motivo das coisas acontecerem. Porém, mesmo sabendo das vantagens, importância e consequências de não planejar sua vida, ainda tem muita gente que não faz a mínima ideia do que quer para si e que dá desculpa e justificativa de que não consegue pensar no futuro porque o presente ocupa todo o seu tempo “apagando incêndios”.


Ai, meu caro… já dizia Lewis Carroll, no filme Alice no País das Maravilhas: “Se você não sabe aonde quer chegar, qualquer caminho serve”.

O que quero deixar registrado para vocês aqui é que o nosso presente flui muito melhor se sabemos para onde estamos indo, ou seja, com planejamento certeiro o nosso futuro será muito mais satisfatório para nós e o nosso presente – que é a trajetória – será muito mais prazerosa.

E deixo algumas dicas:

1) Seja bem específico quando estipular uma meta (o que, quando e como fará); 2) Monitore sua evolução (vá acompanhando cada passo, tanto do que deu certo quanto o que não deu para ajustar as rota); 3) Seja determinado (Nossa mente tem a tendência de fugir da dor para alcançar o prazer, mesmo que temporário. Por isso acontece muitas vezes a procrastinação. Então sempre se questione: isso que eu estou fazendo está me aproximando ou me afastando dos meus objetivos e/ou sonhos?); 4) Substitua seus maus hábitos por novos e assertivos hábitos e 5) Aprendizado é um processo sem fim, entregue-se a ele. Leia, converse, estude, assista vídeos sobre suas preferências, tutoriais. Capacite-se e afie o seu machado cada dia mais porque a vitória será certeira!

Por fim, digo: encare os desafios que estão por vir como oportunidades de melhoria, para desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes que o levarão até o topo porque eu já o vejo lá!

Faça deste ano o melhor de todos e conte comigo!

_______________

Direitos autorais da imagem de capa: enanet / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 21/12/2017 às 6:25






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.