Você foi triturado(a) por um grande sofrimento? recolha os seus cacos e transforme-os em novas sementes.

4min. de leitura

Ninguém nesta vida está imune às decepções e às experiências que podem triturar a nossa alma, roubando-nos aquilo que temos de mais sagrado: a capacidade de acreditar em nós mesmos e em dias melhores.

Há momentos na vida em que somos assolados por tantas dores que a nossa capacidade de sonhar entra em coma.



O desespero diante de um diagnóstico de uma doença grave e incurável pela medicina, o desapontamento ao receber uma carta de demissão enquanto pensa na família que depende daquele emprego para se manter, a ruptura de um relacionamento amoroso que faz a nossa alma doer tanto ao ponto de compartilhar a dor com o nosso corpo físico e tantas outras situações que são capazes de nos tirar o chão.

E vale lembrar que algumas pessoas experimentam todas essas tribulações de uma só vez. São sofrimentos tão severos que podem aniquilar a nossa vontade  de permanecermos vivos, o caos é tão desolador que o verbo viver revoluciona o dicionário transformando-se em sinônimo de dor.

É diante desse caos que cada um de nós revela a bagagem que traz na alma, é nesse cenário catastrófico que somos postos à prova no que se refere à  capacidade de resiliência.

Praticamente reduzidos a cacos, ou farelos, teremos que decidir o rumo da nossa vida: sucumbirmos às mazelas ou reunir aquilo que restou e transformá-lo em novas sementes, que poderão ser muito fecundas, dependendo do adubo que tivermos para alimentá-las.


É possível fabricarmos um “adubo” muito nutritivo para transformar os nossos cacos em  oportunidades promissoras, eis alguns ingredientes: fé, paciência, gratidão por ainda estar vivo, esperança e criatividade.

Uma vez que optamos por recomeçar, é fundamental que nos cerquemos de tudo o que possa contribuir para o plantio da nossa nova história. É imprescindível nos cercarmos de pessoas ricas em otimismo e fé, essas pessoas têm o dom de enxergar uma solução para cada problema. Elas sempre terão uma palavra de motivação, um sorriso sincero e um abraço encorajador, ou seja, fatores importantíssimos para ajudar alguém a sair do fundo do poço.

Procure por pessoas que já superaram dificuldades e ouça o testemunho delas, você vai perceber que algumas pessoas são tão iluminadas que nos enriquecem com o pior que elas viveram.

Evite, a todo custo, aconselhar-se com pessoas amarguradas e pessimistas, elas apontarão dois problemas para cada ideia criativa sua. Isso é muito sério, não queira orientar-se com pessoas de alma adoecida, elas farão você acreditar que o seu lugar é no fundo do poço. Aliás, se você for compartilhar um desejo de mudança com algum opressor, ele ficará muito irritado, é como afrontá-lo em sua crença de que o mundo não presta, ele ficará furioso com a sua “ousadia” de sonhar e vai gargalhar na sua cara, com sarcasmo, é claro.


Então, o importante é revestir-se de fé, cercar-se de pessoas iluminadas, olhar para o futuro e dar um passo de cada vez. Ah, não se esqueça de expressar gratidão por cada passo que der certo, ainda que seja um passo tímido, Deus e o universo são apaixonados pela gratidão, essa senha que abre os cofres que contém as nossas bênçãos.

Grata estou agora, escrevendo para os meus leitores tão queridos! Até a próxima!

___________

Direitos autorais da imagem de capa: rido / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.