ComportamentoEnergias

8 maneiras de evitar que experiências negativas te deixem para baixo:

Todos conhecemos pessoas que usam seu passado para justificar padrões de comportamento negativos, como o cinismo e a negatividade, ou pior ainda, o vício e o comportamento violento.

Hoje, queremos compartilhar algumas inspirações e conselhos de Anneke Lucas, uma ex-vítima do tráfico  infantil e fundadora da Liberation Prison Yoga, uma organização sem fins lucrativos que traz yoga para presidiários de segurança máxima dos Estados Unidos. Suas experiências mostram que a quebra de padrões de comportamento negativos é um trabalho interno.



Abaixo estão as oito melhores estratégias de Anneke para evitar que um passado negativo se torne um futuro ainda mais negativo:

1. Lembre-se de tudo sobre você

Quando eu me sinto criticada por alguém, ou culpo a alguém, lembro-me dessa verdade: o mundo externo é um reflexo do meu mundo interior, e qualquer qualidade que eu crie é algo que reside dentro de mim. É difícil não se sentir como vítima, às vezes, mas quando me sinto ferida por alguém, entendo que essa dor nova é uma dor velha tentando se expressar, o que pode ser curativo.


2. Pratique a autoaceitação

É importante reconhecer e aceitar, não negar e suprimir, qualquer emoção difícil ou estado deprimido que encontramos. Temos o hábito de receber a negatividade e entendê-la como uma expressão de uma necessidade insatisfeita, mas a autoaceitação é o primeiro passo para encontrar essa necessidade insatisfeita ou aflição dessa perda que você nunca permitiu sofrer.


3. Ajuda para outros

Eu tenho uma sólida rede de amigos e conhecidos dos grupos de suporte, e sei que sempre consigo pegar o telefone para ligar para alguém. Existem todos os tipos de grupos específicos que oferecem um grande apoio emocional.


4. Experimente praticar yoga regularmente

Yoga relaxa e rejuvenesce. Algumas poses de yoga são inibidores de recaptação de serotonina naturais, o que, organicamente, simulam antidepressivos. Estudos também mostraram que o yoga aumenta os níveis de GABA (ácido gama-aminobutírico) do cérebro, que acalma o sistema nervoso. Uma aluna da minha turma de sobreviventes de tráfico infantil,  disse-me que costumava recorrer direto às drogas quando enfrentava um problema. Agora, por causa do yoga, ela se permite sentar-se com o desconforto sabendo que tudo ficará bem.



5. Use afirmações positivas

Enquanto uma participante do conselho da Liberation Prison Yoga, Ivy Woolf Turk, esteve presa, ela escreveu uma lista de afirmações que beneficiaram muito os meus alunos. Eu a uso todos os dias, e elas incluem declarações como “Eu confio no fluxo e no processo da vida” e “Eu perdoo e liberto o passado enquanto eu me movo para a alegria”. Você pode encontrar afirmações populares online ou escrever as suas próprias, para lembrar-se das coisas que a negatividade habitual tenta fazer você esquecer. O importante é que elas  soem verdadeiras para você.


6. Observe sua mente

Aprender sobre a ciência do trauma nos ajuda a observar nossa própria mente, sem vergonha, nem culpa. Dr. Dan Siegel, autor da Mindsight: The New Science of Personal Transformation, deu um passo adiante e desenvolveu uma simples ferramenta de mindfulness: olhar nosso punho como modelo para o nosso cérebro. Isso nos permite ajudar a identificar visualmente onde no cérebro emana o nosso comportamento programado, embora, às vezes, irracional, o que, por sua vez, promove a cicatrização de integração neural.


7.Sirva, ensine e compartilhe

O serviço desperta empatia, e empatia promove o bem-estar emocional. Quando não ficamos presos a desempenhar o papel do especialista ou querer mudar aqueles que nos rodeiam, as conexões tornam-se terapeuticamente autênticas. Criar uma conexão humana em um lugar onde isso é escasso, como na prisão, é bonito e poderoso. O serviço é a chave para a felicidade, e eu preciso ouvir minha mensagem de amor-próprio tanto quanto meus alunos.

8.Manter o autocuidado

Quando me sinto para baixo, é tentador abandonar o autocuidado e depois me sentir ainda pior. Praticar yoga, tomar banho ou caminhar são formas importantes de autocuidado que ajudam a colocar a mente em um lugar melhor. Quando as emoções negativas são superficiais, pode ser difícil motivar-se, por isso, tomar uma respiração profunda, sair ou limpar a casa um pouco, sem fazer mais do que pode, é muito importante. O autocuidado mostra autorrespeito.

____


Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Happify Daily

10 qualidades de um homem valoroso:

Artigo Anterior

12 importantes segredos esquecidos pela humanidade:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.