8 maneiras simples de sair da sua zona de conforto

5min. de leitura

1. Faça uma lista com sua rotina

Liste tudo o que você faz durante o dia. Mesmo as coisas simples e pequenas como pentear o cabelo, colocar os sapatos, pegar o metrô etc. Deixe a lista bem extensa. Você vai querer ver exatamente tudo o que faz durante o dia.




2. Faça algo pra mudar essa lista

Quando o autor fez 100 coisas diferentes que o tiraram da zona de conforto, muitas dessas coisas eram pequenas coisas rotineiras. Por exemplo, quando ele ia pro trabalho, ele ia por um caminho diferente. Ou acordava uma hora mais cedo pra escrever.


3. Faça algo que te deixe desconfortável

Tente algo assim: quando for comprar seu café da manhã, pergunte ao caixa se você consegue 10% de desconto. O autor diz que o coração dele ficou acelerado quando perguntou isso. O que o caixa acharia dele? Isso também o levou a outra questão: se você não perguntar, a resposta vai ser sempre “não”. Muita gente que está estacionada, está assim porque eles não perguntam por medo. O grande lance não é esconder o que se quer por medo. É encontrar o medo e dançar com ele.


4. Conheça pessoas novas

Um dos desafios do autor foi entrevistar alguém que ele admirava. Ele mandou um e-mail prum cara que ele admirava e perguntou se ele poderia conversar. Percebam bem: ele perguntou algo que tinha medo de perguntar. Ele achava que não teria resposta porque o cara é autor de 15 best-sellers. Mas ele respondeu. E dias depois estavam conversando sobre lutar contra o medo.


Quem você admira e adoraria conversar sobre qualquer coisa? Talvez você ame o livro ou o blog dessa pessoa. Talvez seja seu chefe. Envie um e-mail e pergunte se você poderia entrevistá-los. Diga que é prum projeto que você está fazendo. Dizem que você é a média das 5 pessoas com quem anda. Esteja com as pessoas que te inspiram.


5. Faça nada

Você não vai achar que esse conselho funciona. Mas pegue um dia inteiro e faça nada sem se sentir culpado por isso. A pressão de achar que precisa fazer algo todos os dias faz com que a gente não dê importância pro que a gente realmente precisa fazer e sinta que está falhando. Que modo horrível de se viver. Veja filmes e séries. Durma o dia todo. Peça pizza ou comida japonesa. Leia. Ninguém diz no seu leito de morte que gostaria de ter trabalhado mais.


6. Ajude alguém

Seja um superherói por um dia. Procure alguém que precisa de ajuda. Ajude alguém a atravessar a rua. Ajude alguém a descer escadas. Carregue as compras de alguém. E não espere nada em troca disso.



7. Procure um novo emprego numa área criativa

Talvez você se sinta estacionado porque você não gosta do seu emprego. Seth Godin geralmente diz que “empregos pelos quais as pessoas matariam para ter nunca são pegos por pessoas que mandaram um currículo”. O autor conta que enviou um vídeo pra uma vaga explicando por que se achava perfeito pra ela como um desafio do projeto. E ele conseguiu a tal vaga.

Encontre maneiras de se destacar da multidão. Isso te faz diferente de 90% das pessoas que vão tentar a mesma coisa que você.


8. Crie um projeto

A maioria das pessoas preferiria criar alguma coisa pela qual valha a pena trabalhar a passar o dia trabalhando num cubículo para outra pessoa. Encontre algo que você ama e crie algo em torno disso. Trabalhe nisso todos os dias. Talvez você ame cozinhar. Faça um livro de receitas e publique-o na Amazon. Talvez você goste de bicicletas. Comece um blog sobre bicicletas.

 

___

Traduzido por Daniel Bovolento

Fonte: Thought Catalog

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.