ComportamentoReflexão

8 sinais de que o estresse está destruindo o seu relacionamento:

O estresse, se não for tratado, pode destruir um relacionamento. Ele cria uma distância entre duas pessoas, afastando-as até que sejam apenas uma lembrança do que costumavam ser. Seu objetivo deve ser identificar as fontes de seu estresse e confrontá-las de frente, antes que seja tarde demais.



Estão aqui 8 sinais de aviso!

1.Falta de tempo para si mesmo

Quando você não tem tempo para si mesmo, fica oprimido, o que te isola de seu cônjuge. Isso cria sentimentos gerais de desconexão.


Programe algum tempo apenas para si mesmo, mesmo se for apenas 10 minutos. Faça algo que você goste. Você vai sentir o estresse indo embota, o que fará você (e, como resultado, seu parceiro) mais feliz.


2.Falta de intimidade

8-sinais-de-que-o-estresse-esta


É normal ter mais relações no início do relacionamento. Tudo é novo e fresco, e parece que a excitação está em cada esquina. Não é incomum que isso diminua conforme o relacionamento progride, mas quando a intimidade some, é porque algo não está certo.

Para que um relacionamento floresça, a intimidade deve existir. Comunique-se com seu parceiro.


3.Problemas de comunicação


Se um de vocês tenta ter uma conversa, e o outro apenas dá respostas curtas, provavelmente vocês têm uma falta de comunicação. Ou talvez seu parceiro tenha escolhido não falar com você. Pode ser que ele tenha outras coisas em sua mente, ou talvez esteja incomodado por alguma coisa, mas não sabe como expressar.

A única maneira de descobrir é perguntar.


4.Passar mais tempo com outras pessoas longe de seu parceiro


Se você passa mais tempo com os outros do que com seu parceiro, seu relacionamento provavelmente tem um problema. Há realmente uma razão pela qual as pessoas fazem isso, e é para escapar de uma questão não resolvida em casa. Existe um comportamento que você gostaria que seu parceiro corrigisse, mas não sabe como dizer a ele?

Sente-se com seu parceiro. Seja assertivo. Diga o que está te incomodando. Se ele realmente quiser fazer o relacionamento funcionar e respeitar seus sentimentos, será receptivo.


5.Aborrecimentos


Sabe o jeito que ele senta? Ou como ele não se limpa? Você costumava não se importar, mas agora é intolerável. O simples pensamento de seu parceiro fazendo essas coisas te deixa completamente aborrecido.

Comunique esses sentimentos ao seu parceiro. Não grite nem o repreenda, se aproxime de maneira calma e construtiva.


6.Problemas com bebida


8-sinais-de-que-o-estresse-esta2

Algumas pessoas recorrem ao álcool para aliviar o estresse, e isso pode se transformar em um grande problema. Em alguns casos, pode levar a uma dependência, mas na maioria das vezes, é provavelmente apenas estresse. Se você recorre ao álcool para escapar de seu problema, ao invés de resolvê-lo, ele nunca vai desaparecer.

Olhe para dentro. Identifique o problema. Em seguida, enfrente-o de frente. Sem desculpas.



7.Divórcio

Talvez um de vocês fique tão estressado que a palavra “divórcio” voa para fora de sua boca antes que você perceba. E isso pode causar grande estresse emocional. Às vezes, as coisas ficam tão ruins que separação ou divórcio é a resposta, mas é melhor discutir isso logicamente antes de finalizar sua decisão.

Discuta esta decisão com um advogado ou conselheiro. Ainda pode haver esperança.



8.Desculpas

Algo importante acontece em sua vida, e seu esposo cria desculpas constantes porque não pode ser uma parte desse acontecimento. Esta é outra maneira de se desligar emocionalmente do relacionamento. Se acontecer uma vez, é um erro honesto. Se continuar acontecendo, é um problema.

Conversem! Descubram qual é a verdadeira questão. Se não conseguirem sozinhos, procurem ajuda profissional, o importante é resolver.

___

Traduzido pela equipe de O SegredoFonte: David Wolfe

7 razões pelas quais nunca é tarde demais na vida…

Artigo Anterior

15 lições de vida que as pessoas que são felizes em seus 30 anos aprenderam em seus 20 anos:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.