9 comportamentos destrutivos que impedem uma vida mais feliz:

5min. de leitura

Nenhuma pessoa é imune a comportar-se de uma forma tóxica ou perigosa de vez em quando.



O que importante é saber passar por esses momentos aprendendo a ser melhor, aceitando o crescimento pessoal, em vez de deixar esses hábitos permanecerem por mais tempo do que devem.

Abaixo estão 9 comportamentos destrutivos que te impedem ter uma vida mais feliz:

1. Mentalidade de vítima

Quando você tem sido a vítima em uma situação ou situações múltiplas, especialmente antes da idade adulta, é difícil não tentar proteger-se dessas dores. Saiba que há uma diferença entre proteger-se e esperar ser ferido. Esperar ser uma vítima pode impedi-lo de sentir-se fortalecido e no controle do seu destino.


2. Viver no passado ou futuro

É bom reconhecer o passado e aprender com sua lição, mas você não precisa reviver a dor e os remorsos do passado. É bom crescer para o futuro e se preparar para a vida que deseja, mas não às custas de perder a magia de viver no presente. Mentalidades extremas te levam a ignorar as necessidades das pessoas ao seu redor.



3. Criar inimigos

A maioria de nós apenas quer fazer o seu melhor na vida. Qualquer pessoa que, intencionalmente, causa dor está sofrendo com seus próprios demônios inconscientes. Reconhecer esta dor, oferecer a sua compreensão e perdão, pode ajudá-la a ver através de si mesma.


4. Guardar rancor

Às vezes, somos apanhados em situações em que não é fácil deixar ir. Algumas situações são traumáticas e exigem uma grande quantidade de aconselhamento, introspecção e cura. Deixar ir um rancor é mais sobre sua própria paz e clareza do que perdoar a outra pessoa.


5. Viver de forma não consciente

É preciso esforço para viver conscientemente. Quando vivemos conscientemente, reagimos a cada situação com inteligência, sabedoria, compaixão e com a intenção de criar o melhor resultado possível.



6. Reter amor

O amor pode ser usado como uma arma ainda mais desastrosa do que ódio, mas dar seu amor livremente é um presente para você e para o mundo. Esta é a única maneira de cercar-se com múltiplas pessoas amorosas na forma de amizade, família e encontros românticos. Quando uma pessoa tropeçar em sua vida e abusar do seu amor, seu coração já estará tão cheio, que as tentativas dela de lhe causar dor serão mínimas.


7. Necessidade de estar certo

Sentir a necessidade de estar certo é menos sobre descobrir a verdade e mais sobre proteger-se de estar errado. É uma reação baseada no ego. Você pode habilmente debater sua posição com base em suas verdades e ainda ouvir respeitosamente as verdades de outra pessoa. Se o seu raciocínio for bom, talvez você plante uma semente na mente da outra pessoa, mas isso é tudo o que você pode fazer quando se trata de uma crença firmemente mantida. Ouvindo os pontos de vista de outra pessoa, você também pode ser enviado no caminho para suas próprias descobertas. Em geral, trata-se de expandir a mente ao mesmo tempo que abandona o seu orgulho.


8. Fazendo batota na vida

Não abordar as coisas da maneira certa é um desserviço para si mesmo. Rouba-o da capacidade de sentir a satisfação de uma realização conquistada. Não importa o quanto você afasta sentimentos de culpa de si mesmo ou de outros que podem ter sido afetados por essa ação, eles existem em algum lugar e podem facilmente ressurgir a qualquer momento.


9. Permitir que o ego fique no controle

A maioria, senão todos os comportamentos acima podem ser conectados ao ego. A descoberta de desenvolvimento pessoal mais importante é quando você pode decidir quais partes de seu ego requerem cura e quais partes precisam ser descartadas. Uma vez que a negatividade tiver sido removida, você poderá começar a viver sua vida guiado por sua voz interior. O ego torna-se um conselheiro de confiança, que se senta no banco do passageiro, enquanto o seu eu superior está dirigindo.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: I Heart Intelligence

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.