5min. de leitura

Algumas pessoas estão mais preocupadas em cuidar da vida dos outros do que das suas próprias

Para algumas pessoas, saber o que está acontecendo nas vidas daqueles ao seu redor é muito mais interessante e válido do que conhecer a si mesmas e analisar como estão suas próprias vidas.

Não há problema algum em se espelhar no outro em busca de algo que possa ser válido para nós, já que nossas relações nos ajudam muito a evoluir e encontrar melhores soluções e caminhos. O problema começa quando participamos ativamente da vida alheia e não investimos o mínimo esforço para cuidar de nossas próprias trajetórias.


Muitas vezes, enxergamos o outro como muito mais interessante, com mais escolhas, contatos, alegrias e sucessos, mas a verdade é que apesar de cada um ter a própria história, nossas vidas podem ser tão surpreendentes quanto a de qualquer um ao nosso redor. Não reconhecemos isso porque estamos o tempo todo focados em outras pessoas, raramente olhamos profundamente para nós mesmos, e com isso perdemos grandes oportunidades de criarmos realidades mais satisfatórias.

Se olhássemos mais para nossas próprias vidas e investíssemos mais esforço em nós mesmos, perceberíamos que somos tão especiais quanto qualquer outra pessoa, e que nossas vidas podem ter oportunidades ilimitadas de felicidade. Enxergaríamos que todos somos iguais, e que não devemos invejar aqueles ao nosso lado, mas sim trabalhar para também conseguirmos realizar os nossos objetivos.

Quando compreendemos quem somos, nossas forças e qualidades, enxergamos o mundo com mais beleza, empatia e amor.

Deixamos de julgar ou invejar outras pessoas, aprendemos que todos nós somos responsáveis por nossos próprios destinos, e que cuidar da vida do outro, esquecendo-se da própria é a maneira mais fácil de se perder de si mesmo e viver como espectador do sucesso alheio.


Todos temos nossas próprias jornadas, com acertos e erros, mas muitos de nós preferimos focar no outro para não termos que enfrentar nossas próprias responsabilidades, erros e imperfeições. É muito mais fácil prestar atenção nos outros, em especial em seus erros, do enxergar que também somos imperfeitos e precisamos trabalhar nisso, se quisermos, um dia, sair da realidade limitada em que vivemos.

As pessoas ao nosso redor estão certamente fazendo o melhor que podem para conquistarem as vidas que desejam ter, e mesmo quando alguma coisa não dá certo, elas ainda estão no caminho certo, porque compreendem que o  essencial é concentrar em si mesmas e seguir o seu próprio caminho, sem se perderem observando os passos dos outros.

A coisa mais sábia que podemos fazer é nos concentrarmos mais em nossas próprias vidas e em como podemos chegar onde desejamos, deixando de lado o cuidado e os julgamentos sobre a vida alheia, porque essa contemplação negativa do outro nunca nos trará algo útil para usarmos em nossas próprias vidas.


Nossas vidas são presentes que nos foram entregues e dos quais devemos cuidar muito bem. Conhecer mais sobre nós mesmos e nos orientarmos a partir de quem somos em busca de uma realidade melhor é uma maneira muito melhor de honrar nossas vidas, do que passar o tempo todo cuidando e julgando a história de outra pessoa.

Se for para participar da história de outro alguém, que seja de uma maneira positiva. Do contrário, o melhor a fazer é olhar para o próprio umbigo e buscar todas as coisas que precisam ser mudadas e melhoradas.

Substitua o interesse no outro por interesse em si mesmo. Com certeza a sua vida se transformará completamente!


Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação desse material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Amor: dolgachov/123RF Imagens.


Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.



Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.