publicidade

Ao tentar espionar vizinho, mulher fica com a cabeça presa por 5 horas a portão!

A senhora, cuja identidade não foi revelada, passou o maior sufoco, precisando da ajuda dos bombeiros para se soltar da grade.



A curiosidade é inerente à maioria das pessoas. Num contexto de evolução, o ser humano conseguiu se tornar muito inteligente e ficar no topo por conta de seus questionamentos sobre tudo que o rodeia. Por esse grande interesse pelas coisas, é que os estudos ficam cada vez mais aprimorados.

Essa curiosidade é benéfica, pois gera um movimento, no qual coisas importantes não ficam estagnadas. A cada dia, novidades são descobertas, tecnologias são criadas e conhecimentos difundidos, ajudando a humanidade a caminhar.

Sabemos que não é de bom tom assuntar o que acontece com os outros, principalmente se a pessoa faz questão de manter sua vida de forma privada. É desrespeitoso, e se a fofoca é polêmica, envolvendo a honra e honestidade da pessoa, pior ainda, se for passada a diante.

Esse caso aconteceu numa cidade da Colômbia, La Virginia.


Uma mulher extremamente curiosa acabou se dando mal ao bisbilhotar a vida alheia e prendeu sua cabeça à grade do portão da casa do vizinho. O intuito era olhar o que acontecia no interior da casa, para descobrir se o morador estava no local.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Rádio La Roca FM 103.9.

Porém não conseguiu desprender a cabeça das barras de ferro, por isso precisou de ajuda. Ela ficou por cerca de cinco horas ali, até que alguém a viu e chamou socorro. O portal de notícias Radio La Roca FM 103.9 compartilhou a cena inusitada e um tanto engraçada.

Com ajuda dos bombeiros, o martírio dessa senhora “fofoqueira” enfim acabou. Não temos como saber se ela aprendeu com a lição, mas com toda certeza a situação foi constrangedora.


Não há como saber quais suas motivações para o fato, mas o registro dá a entender que a recompensa por ser curioso nem sempre é boa!

Não podemos considerar a curiosidade com a vida alheia como algo bom. Pelo contrário, acaba se tornando fofoca, o que é um traço bem irritante, pois nada mais é do que uma invasão de privacidade e falta de respeito. Aprender a respeitar o espaço do outro é crucial para se conviver em sociedade.

O que achou desse caso? Conhece alguma pessoa tão curiosa assim?

Comente e compartilhe este texto com seus amigos!

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.