publicidade

Ao ver que filho praticava bullying, mãe o manda para a escola com blusa escrito: “Eu sou um valentão”

A punição que essa mãe encontrou para fazer com que seu filho se arrependesse de seu comportamento dividiu opiniões. Entenda o caso!



No que se diz respeito à criação dos filhos, muitas pessoas têm opiniões diversas. Umas acham que a conversa é sempre a melhor solução, outras já recorrem a medidas mais brutas, como castigos e punições, e há quem tente de tudo e, quando não acabam as opções, partem para o “quem manda aqui sou eu”.

De fato, criar filhos não é uma tarefa fácil, e sempre fica para a mãe a maior responsabilidade, por isso o julgamento sempre recai sobre elas. A verdade é que não existe uma fórmula mágica nem uma receita certinha. As mães aprendem na prática.

Essa história é de uma mulher do Texas (EUA), que tomou uma atitude que dividiu a opinião da internet. Ela descobriu que seu filho estava intimidando crianças na escola e achou uma maneira criativa para, de uma vez por todas, ensinar-lhe uma lição.

O bullying é um problema sério, que acomete a maioria das escolas. É uma prática que destrói vidas, pois muitas crianças e adolescentes acabam se tornando depressivos, quando são vítimas desse comportamento maldoso.

Star disse em entrevista à ABC7 que soube que seu filho estava xingando outros meninos de “estúpidos e idiotas”, então ela decidiu tomar uma atitude drástica: fez o pequeno vestir uma camiseta com a inscrição “Eu sou um valentão” para ir à escola numa sexta-feira.


Ela justificou a atitude dizendo que não mima os filhos e não passa a mão na cabeça deles, e fez questão de que ele se tornasse um exemplo e entendesse que ela não tolera esse tipo de comportamento. Disse também que postou as fotos na rede social não para constranger e, sim, para chegar aos pais das crianças que seu filho possa ter intimidado, a fim de que pudessem receber um pedido de desculpas.

A sua conduta não foi muito bem aceita por várias pessoas, justamente por expor a criança dessa forma. Ela então disse que mantinha a sua decisão, pois perguntou a seu filho o que ele havia aprendido com a lição, e ele respondeu a ela que não gostou da maneira como se sentiu e não quer que mais ninguém se sinta assim por sua causa. A mãe concluiu que era exatamente isso que ela desejava. O aprendizado deu certo.


A atitude da mãe rendeu tanta polêmica, que um psiquiatra especialista em comportamento infantil foi procurado para dar um parecer profissional.

Segundo a ABC, o Dr. Richard Pesikoff disse que entendia a mãe por estar chateada com seu filho por causa do seu comportamento, mas sua conduta de envergonhá-lo perante a classe pode fazer mais mal do que bem, porque ele precisaria encontrar ajuda para resolver essa questão, e não ser constrangido.

Star disse que falou com o conselheiro da escola e professores antes de mandá-lo vestido com a camiseta, e eles estavam de acordo, pois entenderam que isso é o que funciona para seu filho.

Ela disse que não é necessário nenhum tipo de acompanhamento para ele, pois ele vai sobreviver a isso e já está tratando melhor suas irmãs e primos. Aprendeu com a lição e é isso que importa.

Qual a sua opinião sobre a atitude da mãe? Concorda com o pensamento dela?

Comente e compartilhe este texto em suas redes sociais!

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.