Comportamento

As mulheres que se divorciam se tornam mais felizes e realizadas a longo prazo, diz estudo

as mulheres que se divorciam
Comente!

Para muitas mulheres, a separação é, na verdade, uma libertação, uma oportunidade de viverem com mais alegria e independência.

Chegar ao fim de um relacionamento nunca é algo fácil. Além de ter que reconstruir a sua vida sem a pessoa ao lado, os processos legais que envolvem separações são muito exaustivos e podem cobrar um preço emocional muito elevado, especialmente para aqueles que não estavam preparados para o fim da relação.

Geralmente, os primeiros momentos depois da separação são um período de tristeza e readaptação, e nem todas as pessoas lidam bem com essa nova realidade de vida. É muito fácil desenvolver depressão ou até mesmo alguns transtornos, se o motivo que levou à separação foi muito sério.

No entanto, depois de um tempo tudo fica mais fácil. A vida segue e você percebe que ela tem muito mais para você do que tristeza. Novas portas se abrem e você conhece pessoas novas que o fazem bem e o ajudam a se curar da dor em seu coração.

Pelo que podemos observar, quando acontecem separações, quem costuma sofrer mais são as mulheres, já que são conhecidas por possuírem um lado emocional mais ativo, no entanto, isso não é necessariamente verdade.

Um estudo realizado pela Universidade de Lausanne, na Suíça, chegou a um resultado que pode surpreender muitas pessoas!

Liderada por Linda Charvoz, a equipe analisou 10 mil casais separados e como eles lidavam com as próprias vidas depois do término.

Os resultados mostraram que as mulheres tendem a ser muito mais felizes e satisfeitas consigo mesmas. Elas se tornam donas das próprias vidas, vivendo a liberdade e afastando-se de pessoas que desempenham comportamentos tóxicos semelhantes aos de ex-parceiros.

Elas viviam mais focadas em si mesmas e não aceitavam mais que outras pessoas lhe dissessem como seguir suas próprias vidas. Para muitas mulheres, a separação é, na verdade, uma libertação, uma oportunidade de viverem com mais alegria e independência.

Um outro estudo, da Universidade de Kingston, no Reino Unido, mostrou que as mulheres tendem a ser mais felizes depois de uma média de 5 anos divorciadas.

“No estudo, levamos em conta o fato de que o divórcio, muitas vezes, pode ter um impacto financeiro negativo sobre as mulheres, mas apesar disso ainda as torna muito mais felizes que os homens”, contou o professor Yannis Georgellis, diretor do Centro de Pesquisa em Emprego, Habilidades e Society (CRESS) da Kingston Business School. “Uma possível explicação poderia ser que as mulheres que entram em um casamento infeliz sentem-se muito mais liberadas após o divórcio com seus parceiros”, finalizou.

Esse é um assunto polêmico e envolve muitas variantes, mas é importante que todos encontrem a felicidade e a realização novamente depois de uma separação. Todos merecemos uma nova chance de sermos felizes.


O que você achou dos estudos? Concorda com os resultados? Comente abaixo sua opinião e compartilhe o texto com seus amigos nas redes sociais!

Comente!

Onde assinamos contrato dizendo que precisamos ser felizes e sorridentes o tempo todo!?

Artigo Anterior

Enxergue a mulher incrível que você é!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.