ColunistasComportamento

Autossabotagem: como ocorre o processo?

Por trás da autossabotagem



Neste texto, gostaria de explicar um pouquinho como ocorre o processo de autossabotagem. Vamos lá?

Segundo a Neurociência 95% das nossas Ações e Decisões são tomadas de forma automática pela nossa Mente Inconsciente. Dependendo dos “Programas” que foram instalados na Mente Inconsciente você CRIA e ATRAI uma Vida Próspera ou entra no Ciclo da Autossabotagem.

Crenças Limitantes e Emoções Negativas funcionam como Programas Inconscientes Sabotadores.


Exemplos de como isso funciona: crenças que associam dinheiro e sucesso a coisas negativas criam um programa inconsciente que diz é perigoso crescer financeiramente. Esse mesmo programa leva a você a fazer escolhas, ter ideias e tomar atitudes que o levam a não ganhar ou a perder dinheiro.

Se você viveu uma experiência de fracasso no passado, pode ficar gravado um programa dizendo que você não deve tentar, arriscar, fazer algo diferente, pois você pode se machucar.

Processo de Atenção Seletiva

A Formação Reticular é a região do cérebro responsável pelo Processo de Atenção Seletiva. O cérebro vê, predominantemente, aquilo que nós colocamos o nosso foco, as coisas que damos atenção e o que acreditamos, ou seja, nossas crenças, e tende a ignorar o resto.


A crenças fazem você enxergar a realidade de forma distorcida.

Exemplo: se você acredita que é só possível ganhar dinheiro de forma desonesta, você começa a prestar atenção em histórias que comprovam isso, reforçando a crença. Quando você vê uma história que não comprova a crença de alguém que enriqueceu de forma honesta, ou você ignora a história ou não acredita nela.

Se você tem uma crença que diz que você é um fracassado, sua mente vai prestar atenção em tudo que você fez e não deu certo, e sua crença será reforçada. A mente vai buscar memórias que comprovam isso, ao mesmo tempo, vai ignorar seus acertos e tudo o que comprova que você já teve sucesso.



As redes neurais

Os comportamentos e formas de pensar, sentir e reagir ficam registrados em redes neurais no cérebro. Essas redes são caminhos feitos por conexões entre os neurônios. Quanto mais você pensa, sente e reage de uma determinada forma, mais as redes neurais se fortalecem e mais você fica condicionado a repetir e ser do mesmo jeito, reforçando o Ciclo da Autossabotagem.


A química do ciclo da autossabotagem


O estresse e as emoções negativas que são geradas quando a pessoa se encontra no ciclo da autossabotagem liberam cortisol (hormônio ligado ao estresse) e adrenalina. Essas substâncias nos colocam em um estado de tensão. A energia e o fluxo sanguíneo são desviados para os músculos, como se a pessoa estivesse sob uma ameaça e precisasse se defender.

Com isso a clareza mental, a criatividade e paz interior, necessárias para criar soluções e uma vida próspera, ficam comprometidas e o ciclo da autossabotagem é reforçado.

Gostou do texto? Compartilhe com seus amigos e deixe um comentário, um grande beijo e até mais!

____________


Direitos autorais da imagem de capa: vadymvdrobot / 123RF Imagens

Novas velhas ideias para praticar autoconhecimento:

Artigo Anterior

Ser criança é bom, mas crescer nos fortalece!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.