Bateu a angústia? elimine-a com estes passos simples:

4min. de leitura

Você já sentiu um aperto no peito ou um sentimento de vazio, então, provavelmente já sentiu angústia e, talvez nem tenha percebido.



Mas o que é angústia? A angústia é uma doença e, como toda a doença, precisa ser tratada para não trazer danos físicos.

Normalmente está associada às emoções negativas e aos sentimentos associados a essas emoções como medo, insegurança, preocupação, raiva, ressentimento, mágoa, inveja…

A angústia é sorrateira! Pode anunciar uma depressão, pode vir como “acompanhante” da ansiedade, que está já em estágios mais avançados, mas sempre representa uma falta de habilidade de lidar com as situações de forma equilibrada.

Quais os sintomas?


  • Ela expressa-se, principalmente, por um vazio no peito. É muito comum as pessoas colocarem a mão no peito e apertar. É instintivo, pois se sente um “aperto no peito”, que, ao massagear, ao apertar, parece melhorar.
  • Os sintomas confundem-se, muitas vezes, com um infarto ou problemas cardiológicos de forma geral.
  • Há uma sensação de abafamento, dificuldade de respirar. A respiração fica curta, como se estivesse interrompida. Como se faltasse ar para encher os pulmões.
  • Dá uma tristeza sem motivos aparentes. Ou, por vezes, parece que o que a gente está vivendo não é “para tanto desespero”.
  • É comum também, a mudança de humor repentina! Muitas vezes, sem explicação consciente, ou seja, a pessoa não sabe porque ficou apática, sem ação, como se estivesse em choque.
  • Há casos que a angústia manifesta-se em forma de uma inquietude acentuada.
  • Também podemos sentir uma sensação de “bolo na garganta” ou de “gastura”.

Aqui um exercício simples que costumo recomendar diariamente no consultório ou nos meus cursos. Simples de fazer e traz alívio imediato!

Mesmo que você diga que não dá para fazer em qualquer lugar, pois pode sentir-se ridículo (rs…) eu faria. Pois, garanto que a sensação de alívio físico, supera a vergonha!

O que fazer quando a gente se sente angustiado e não lembra do exercício?

  • Primeiramente, não negue que está acontecendo algo. Não tenha vergonha e conscientize-se, que você é mais um dos milhões de pessoas que sentem isso.
  • Segundo, é importante refletir o que está acontecendo ao seu redor, nesse momento de sua vida. O que pode estar causando essa angústia? Quando a gente torna consciente o problema, o cérebro já se acalma, vamos dizer assim!
  • Tome decisões imediatas para mudar o que está incomodando. Se não dá para resolver no momento, crie um plano de ação, que já age também “como um bálsamo”.
  • Mude o foco, procure distrair, vá fazer algo que faça você rir ou ficar “leve”.
  • Não fique repetindo para os demais seus sintomas. Cada vez que falamos sobre o assunto intensificamos as sensações, os efeitos. Ao contrário, pense em acontecimentos bons, passados ou futuros.

Depois, conte-me  os resultados!


Um abraço aconchegante, cheio de oxitocina, para baixar sua angústia.

E dê um autoabraço que ajuda um monte!!!!!!!

Isabel

_______________

Direitos autorais da imagem de capa: olegdudko / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.