publicidade

“Decidi aceitar imediatamente”, diz mulher ao deixar crescer sua barba. Ela se assume ao natural

Ela foi muito criticada por tomar essa decisão, mas disse que é sua característica corporal favorita. Entenda o caso!



Mulheres que se aceitam estão ficando em evidência nos últimos anos, graças ao compartilhamento da beleza real, sem maquiagem o tempo todo, sem altas produções. O jeito natural de ser.

Não é um processo simples, pois o padrão estético impõe regras específicas para a mulher que, quando não são seguidas, causam estranheza e afastamento por parte de algumas pessoas. Depilar-se, por exemplo, é algo que inúmeras mulheres deixaram de fazer e gera comentários e polêmicas.

Independentemente da maneira como nos sentimos diante do padrão de beleza, estar bem conosco mesmas e nos aceitar são formas de nos libertar dessas correntes que há tanto tempo nos prendem. Existem mulheres que conseguem essa liberdade, mas o preço que ela cobra vem na forma de comentários ofensivos.

Klyde Warren, de Nebrasca (EUA), desde que percebeu pelos em seu rosto, decidiu que não iria apará-los.


Aos 15 anos, os pelos começaram a crescer na sua face, mas ela não se deixou abalar por isso. Pelo contrário, aceitou sua condição e passou a viver com ela.

Ela recusa qualquer tipo de comentário cruel ou ofensivo acerca de sua aparência. Em entrevista ao Daily Mail, diz não se incomodar com suas barba, mas com pessoas ofensivas.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Klyde Warren.

Aos 27 anos, continua determinada a viver com seu rosto cheio de pelos, doa a quem doer. Disse que recebe muitos olhares estranhos, mas ela conta que trabalha muito sua autoconfiança e se sente confortável na própria pele. Entende que é difícil para alguns, mas ela aceitou o fato de que o Universo queria que fosse assim, então decidiu confiar.


Klyde disse que percebeu a mudança quando, na escola, viu que tinha um bigode mais grosso do que o natural em meninas. Simplesmente decidiu aceitar-se imediatamente. Mesmo com sua mãe dizendo o contrário, para ela raspar e deixar tudo sob controle em seu rosto, a menina não se importou. Recusou-se a fazer a barba.

A causa do excesso de pelos no rosto de Klyde ainda é um mistério. Ela disse que afeta um pouco a vida amorosa, mas o que importa é achar alguém que a aceite da forma como ela é. Continua dizendo que a negatividade dos outros não a afeta.

A jovem relata que a maioria de seus amigos a aceitam e enxergam sua barba apenas como uma característica, não a definem por isso. Seu último namorado a apoiou muito e amou sua barba, por isso ela acredita que não há problema algum em continuar do jeito que está. Conclui que as pessoas precisam aceitar os outros, independentemente de acharem bonito ou não. As pessoas não deveriam se importar com esse tipo de coisa.

Verdadeiramente ela se aceita e se ama em sua forma natural!

O que achou do seu comportamento? Concorda com sua opinião?

Comente e compartilhe esse texto em suas redes sociais!

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.