Comportamento

“Eu odeio ser mãe, é estressante. Sou apegada aos meus filhos, não à maternidade”

Mulher desabafa em suas redes sociais e conta como lida com as questões mais difíceis de ser mãe. Sua sinceridade causou debate na internet. Entenda o caso!



Mãe de dois filhos, Amy expressou por meio de seu TikTok o que sente em relação à maternidade. Ela diz que quando é questionada sobre arrependimentos, sempre vem um discurso em sua mente.

De acordo com informações do The Sun, ela revela que cuidar dos filhos é o trabalho menos favorito que já teve na vida. Admitiu em vídeo que odeia ser mãe, mas isso não significa que odeie seus filhos.

Ela afirma que a criação dos filhos é complicada e que, se pudesse ter escolhido, não teria sido mãe. Ao mesmo tempo, ela explica que não se arrepende pelas crianças, mas se soubesse antes o quanto é trabalhoso, pensaria duas vezes.


Sua honestidade ganhou elogios de outras mães, que concordaram e entenderam aonde Amy queria chegar. Ela declara que a rotina é muito estressante, não sobra tempo para si e tudo vira uma bola de neve no fim do dia.

Apontando como a maternidade tem um impacto significativo em sua vida, a mãe continua seu relato dizendo que ser mãe é a pior parte. É apegada aos filhos, não à maternidade. Mesmo que seja o trabalho menos favorito de sua vida, ela os ama incondicionalmente.

Amy sabia que suas declarações seriam polêmicas e se adiantou no vídeo, relatando que embora entenda as consequências de suas palavras, ao ver o apoio que recebeu nos comentários, percebe que não é somente ela que pensa dessa forma.

As mensagens deixadas na publicação foram, em sua maioria, concordando com sua visão. Seu vídeo foi curtido mais de 200 mil vezes, colecionando mais de dez mil comentários!


Mulheres aproveitaram para relatar que sentem o mesmo, que a honestidade de Amy foi reconfortante. Era importante falar sobre o assunto, para que mais mães sejam honestas sobre as partes difíceis por que passam.

Em outro vídeo, Amy continua o debate, dizendo que como havia falado da pior parte, a melhor viria agora. É incrível quando os pequenos braços dos seus filhos passam pelo seu pescoço e a abraçam com força.

Quando os filhos caem na gargalhada juntos, são as pequenas coisas que uma mãe acaba desenvolvendo com a família, a sensação de euforia, quando é beijada na bochecha por eles, são partes que deixam o coração repleto de amor, concluiu.


A genética causou falta de cabelo na filha de 4 anos. Mãe decide pintá-los de rosa e dá lição de amor-próprio

Artigo Anterior

Sem dinheiro para aluguel, mãe de 4 filhos constrói casa com as próprias mãos!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.