Comportamento

Grávida de 8 meses rebate julgamentos por levantar peso: “Eu sei o que faço”

A mulher respondeu às críticas que sofre por se exercitar na academia. Foi acusada de prejudicar seu bebê para chamar a atenção.



Quando uma mulher engravida, ela passa por diversas transformações corporais e mentais, já que seu corpo e mente estão sendo preparados para proteger uma criança e prover o seu sustento e desenvolvimento.

Existem algumas mulheres que, por ordens médicas, precisam repousar absolutamente ou diminuir ao máximo suas atividades para que a gestação ocorra de maneira satisfatória. Mas outras, que estão acostumadas com exercícios físicos pesados, com supervisão médica, podem manter tais atividades.

Foi o caso da treinadora fitness Yanyah Milutinović, de 34 anos. De acordo com as informações do Daily Mail, nas duas gestações, Yanyah continuou sua rotina de treino pesado, concentrando toda a sua paixão e esforço no levantamento de peso.


Ela usa seu Instagram para mostrar as dicas de treino e como realiza suas atividades na academia. Mas o que chama a atenção é o fato de ela levantar peso no oitavo mês de gravidez. As fotos falam por si só.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@yanyahgotitmade.

Por causa da sua rotina puxada, muitos comentários começaram a surgir, dizendo que era perigosa a forma como ela se exercitava. Muitos a acusaram de querer chamar demais a atenção e prejudicar o filho.

Foi rotulada de louca, pois muitos internautas diziam estar horrorizados porque aquilo poderia causar danos sérios à criança. Continuou sendo atacada, até que precisou tomar uma atitude e passou a rebater as críticas em todas as suas publicações.


Yanyah disse que recebia de 3 a 10 comentários negativos por dia. Em entrevista, disse que não permitia que o barulho das opiniões dos outros interferisse na sua voz interior. Relatou que não sabia onde estaria se tivesse vivido da maneira como os outros gostariam que vivesse.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@yanyahgotitmade.

Depois de responder a algumas críticas, ela disse que passou a bloquear os comentários ruins e perturbadores, e segue sua vida, com seus exercícios que, de acordo com seu médico, não fazem mal para a criança. Claro que cada caso é um caso, mas segundo ela, tudo foi permitido e jamais faria algo que prejudicasse o seu bebê. Yanyah disse que usa sua rede social para encorajar outras mulheres.

Ela treina de três a seis vezes por semana, além de conduzir sessões presenciais com até 12 alunos. Aproveitou a repercussão do seu caso e afirmou que, se as mulheres fossem tão frágeis, como a sociedade enxerga, não haveria humanidade.


Salienta que nem todas as grávidas devem se exercitar com a mesma intensidade que ela, pois são diferentes e nenhuma gravidez é igual à outra. É importante que as mulheres foquem no que lhes faz bem.

Vale lembrar que a prática de exercícios para uma gestante precisa ser acompanhada por um profissional adequado, que a oriente sobre os movimentos corretos e, claro, de um médico que ateste para todos os fins que não há risco nenhum para a criança.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@yanyahgotitmade.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@yanyahgotitmade.

Yanyah conclui que os comentários positivos superam os negativos, pois constantemente vê mulheres agradecendo-lhe por mostrar que é possível continuar os afazeres quando uma gravidez é saudável, e que não há nada de errado nisso. Por fim, reforça que o barulho das opiniões alheias nunca vão abafar sua voz interior.

“Tenho direito de ser mãe!” Bruna Surfistinha reage a comentários ofensivos sobre sua gestação

Artigo Anterior

Dono de arma que matou Isabele tem pena extinta após pagar R$ 40 mil em 20 parcelas

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.