Comportamento

Jovem de 16 anos, que agrediu colega na escola, é condenada a prestar serviço comunitário por bullying

1 Jovem de 16 anos que agrediu colega na escola e condenada a prestar servico comunitario por bullying

Ela foi condenada por cometer agressão com a intenção de causar dano físico grave a uma pessoa, e terá de fazer acompanhamento psicológico além de prestar serviço comunitário.



Praticar bullying é cometer qualquer ato violento, intencional e de forma repetida contra um indivíduo indefeso, podendo acarretar-lhe danos físicos e psicológicos. Recebe esse nome porque vem do inglês bully, que significa valentão ou brigão.

Ao contrário do que muitos pensam, não acontece apenas entre jovens em idade escolar, mas com pessoas de todas as idades e em todos os lugares, como trabalho, na rua.

A vítima de bullying não consegue se defender, e isso pode acontecer por alguns motivos, como ser muito menor do que o agressor, estar em uma posição inferior no nível hierárquico, ser muito mais jovem ou idoso, e outras características que possam deixar o indivíduo mais vulnerável perante quem pratica violência.


Em Mahlabathini, na África do Sul, um caso bem controverso aconteceu na Mathole High School. Uma estudante de 16 anos, que não foi identificada por ser menor de idade, agrediu uma colega de classe, com a intenção de causar-lhe ferimentos graves. A comunidade escolar se espantou com o nível de violência empregada, o que passou a ser visto como ato criminoso.

O Gabinete do Procurador Nacional da África do Sul, ao se deparar com a gravidade do ato, decidiu prender a menina. Após o julgamento, ela foi condenada a prestar um ano de serviço comunitário, supervisionada por um oficial de liberdade condicional.

Além disso, ela precisará passar por terapia intensiva para conseguir administrar e corrigir possíveis causas de seu comportamento violento.

A juíza Fátima Khawula ainda determinou que a agressora não poderá deixar o distrito sem pedir autorização prévia, além de pedir desculpas à vítima por escrito. A diretora do Ministério Público, Elaine Zungu, parabenizou o resultado da sentença, segundo reportagem da East Coast Radio. O oficial de liberdade condicional ainda deve facilitar mediação e resolução do conflito das envolvidas.


O evento tomou proporções globais, já que uma estudante nunca havia sido punida dessa forma na região por cometer bullying. A sentença foi pensada justamente para abrir precedente para que alunos agressivos pensem duas vezes antes de cometer ato semelhante.

Pela primeira vez, uma pessoa menor de idade foi condenada a prestar serviço comunitário por agredir um colega de classe, mostrando que a lei sempre acompanha as vítimas e busca evoluir junto com sua sociedade. Conforme as demandas mudam, mudam-se também as necessidades dos cidadãos, e é importante sempre deixar claro que a violência não é aceita.

O que você acha desta punição?

Comente abaixo e compartilhe o texto nas suas redes sociais!


As mulheres destes 4 signos são incríveis em um relacionamento!

Artigo Anterior

A honestidade é a maior força destes signos, eles se recusam a mentir!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.