Comportamento

Jovem é discriminado e proibido de entrar em bar por estar maquiado: “Venha com menos maquiagem”

O rapaz de 24 anos divulgou o ocorrido em suas redes sociais e mencionou o quanto foi constrangedor ser barrado por sua aparência.



O mundo se modernizou e mudou bastante de uns anos para cá, e hoje em dia, tanto homens quanto mulheres se arrumam da maneira como bem entendem. A liberdade de expressão acontece em todas as idades e não deveria mais ser um problema por causa da gama de informações que temos hoje em dia.

Mas, ainda assim, a diversidade é afetada por certos comportamentos que deixam a desejar, fazendo com que o direito de ir e vir seja prejudicado. Acontecem casos de pessoas que saem do padrão serem alvos de ofensas e maldades.

Um jovem na Argentina usou suas redes sociais para contar a discriminação que sofreu porr sair de casa para se divertir com os amigos. À entrada de um bar renomado, o zelador já o barrou, não o deixou entrar, por causa de sua maquiagem.


A situação aconteceu e o rapaz de 24 anos não sabia o que dizer, já que se sentiu extremamente constrangido. Ser impedido de entrar num local público por causa de sua aparência foi doloroso, afirmou em um vídeo nas redes sociais.

Segundo informações do site de notícias TN, o homem que barrou a entrada de Diego ainda lhe disse que na, próxima vez, deveria usar menos maquiagem. O rapaz declarou que é uma atitude retrógrada e desrespeitosa. Sofreu discriminação por uma característica de sua aparência, e isso o chocou.

Por isso, decidiu usar seu Instagram para falar sobre o assunto, pois queria que todos soubessem que a discriminação ainda existe e está por perto todos os dias, e isso precisa parar, pontuou.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@diekenn.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@diekenn.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@diekenn.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@diekenn.

Diego atualmente está desempregado e usa seu rosto para mostrar o quanto é talentoso com maquiagem. Ele também é especialista em barbearia e penteados. Depois da repercussão do caso, foi elogiado por muitas pessoas, que acharam um absurdo ainda existir esse tipo de restrições.


O rapaz afirmou que quer tornar visível o que lhe aconteceu para que outras pessoas não passem por isso. Alegou que, por causa do constrangimento, nunca mais voltará ao lugar. Nem na lista de espera quiseram colocar seu nome. O dono do bar foi procurado e não negou o que Diego disse.

O proprietário ligou para o rapaz e pediu desculpas em nome da equipe, que, segundo ele, deveria estar mais bem preparada. Disse que entrou em contato com todos os funcionários que estavam trabalhando naquela noite e nenhum deles relatou algum tipo de problema e lamenta que isso tenha acontecido, porque é contra esse tipo de atitude, e afirmou que a pessoa que o discriminou vai sofrer as consequências.

Lua Azul em 22/08: momento mágico, que abrirá as portas para a prosperidade e liberdade emocional

Artigo Anterior

Fisiculturista é proibida de embarcar em viagem por roupa ser considerada ofensiva: “Me sinto insultada”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.