Comportamento

Jovem que gastou mais de 144 mil reais em cirurgias para conseguir namorado está solteira há 7 anos

A mulher de 26 anos apostou nas cirurgias plásticas para se sentir atraente e conseguir um relacionamento, mas não funcionou e ela vai para o sétimo ano solteira.



Esse tipo de história nos mostra que a beleza realmente é algo muito subjetivo e não é a principal via de sucesso no amor.

Muitas vezes, achamos que não estamos dando certo nos relacionamentos por causa da aparência, mas a grande verdade é que a beleza não é o principal em um relacionamento.

A prova disso é uma mulher de 26 anos, que gastou mais de 144 mil reais em cirurgias plásticas para conseguir um namorado, mas há sete anos está solteira. Céline Centino anseia por um relacionamento sério, mas a dificuldade de achar alguém perdura há anos!


Ela contou ao The Sun que imagina que os homens tenham medo de se aproximar, porque agora ela é muito bonita e padrão de beleza. Relata que, quando sai com seus amigos, percebe os olhares e, quando se mostra receptiva, os homens nunca se aproximam dela.

Se está em um clube, os mais bêbados aparecem ou costumam ficar muito nervosos, o que atrapalha por completo a conversa. Céline diz que são tímidos, mas relaxam quando a conhecem melhor.

No entanto, os relacionamentos não vão para a frente por causa do impacto nas pessoas, segundo sua opinião. Declarou que já falaram para ela que tem uma aura forte, e os homens sentem sua presença mesmo sem a ver.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@ccentino.


As intervenções cirúrgicas que fez foram por justamente não gostar do seu corpo. Ela quer mostrar a todos que não julga os outros pela aparência, porque sofreu muito bulliyng por causa disso na adolescência.

Afirmou que constantemente era atormentada na escola, por esse motivo sentia-se infeliz consigo mesma, achava-se muito feia, como se estivesse presa no próprio corpo. Depois de anos sofrendo com agressões verbais e psicológicas por causa do seu tipo físico, Céline decidiu trabalhar muito como cabeleireira e economizou todo o seu dinheiro para pagar implantes de silicone.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@ccentino.

Aos poucos, segundo ela, outras modificações foram acontecendo – faz preenchimento no rosto e nos quadris, além de aumentar as mamas sempre que pode. Conta também que, depois da sua transformação, alguns dos garotos que a ofendiam na escola tentaram se aproximar, seguindo-a em suas redes sociais.


Céline diz que não se deu o trabalho de responder, pois aquilo ficou no passado e essas pessoas não viriam mais a incomodá-la, mesmo sabendo que agora eles estavam interessados no seu corpo.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@ccentino.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@ccentino.

Mesmo estando feliz consigo mesma por alcançar a beleza com que sempre sonhou, ela não imaginava que, por causa disso, não conseguiria se relacionar. Conclui que tem muitos amigos e uma família maravilhosa, mas gostaria de ter um namorado para compartilhar sua vida.


Esse caso demonstra que a beleza ainda é algo superestimado pelas mulheres por causa do estereótipo, algo que a sociedade impõe a elas. Mas, ao mesmo tempo em que muitas se esforçam para ficar no padrão, são reféns dele, não conseguindo o que tanto desejam. Está mais do que provado que beleza exterior não é sinônimo de sucesso no amor.

Aos 33, atriz Angelique Boyer prioriza a carreira e não quer filhos: “Admiro as mães, mas não quero”

Artigo Anterior

“Eu era a garota que ele não queria, então me tornei a mulher que ele não pode ter”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.