Comportamento

Mãe incentiva filho de 4 anos a usar vestidos e aprender a usar palavras de gênero neutro

5 capa Mae incentiva filho de 4 anos a usar vestidos e aprender a usar palavras de genero neutro

Lorenza acredita que a liberdade para que o filho se expresse da maneira como achar melhor na infância é a melhor forma para se tornar um adulto bem resolvido.



Nos últimos anos, os estudos de gênero – bem como sua total negação – vem sendo alimentados por diversas vertentes políticas. Enquanto alguns acreditam que falar sobre gênero é o mesmo que “doutrinar”, outros pensam o contrário, e agradecem por conseguir abordar, com mais liberdade, temas que antes não eram sequer mencionados.

As redes sociais também impulsionaram pautas antes limitadas apenas à academia e aos grandes centros, como identidade de gênero e orientação sexual, fazendo com que mais pessoas se reconheçam em seus pares, mesmo que eles não sejam considerados o padrão de normatividade.

Na Flórida (Estados Unidos), Lorenza Bruno, de 30 anos, resolveu partir para a criação de um ser humano mais amoroso, que aceitasse as diferenças e que fosse aberto.


Mãe de dois, ela foi entrevistada pelo Daily Mail por ensinar o filho LJ, de 4 anos, a usar o gênero neutro em sua linguagem, além de ter liberdade para usar as roupas que achar melhor. Lorenza revela que ele é perseguido por alguns colegas na escola por usar vestidos e ter os cabelos longos.

Mesmo assim, acredita que o impacto de sua educação é capaz de produzir um indivíduo bondoso, gentil e que cumpra seu papel para ajudar a construir uma sociedade mais segura para todas as minorias sociais. Outra coisa que ela faz para ajudar nessa subversão dos padrões é ensiná-lo a usar a linguagem neutra, na qual nem o masculino nem o feminino são enfatizados.

5 2 Mae incentiva filho de 4 anos a usar vestidos e aprender a usar palavras de genero neutro

Direitos autorais: reprodução Instagram/@lorenzadonna_.

“Quebrar os estereótipos” se recusando a reforçar os marcadores de gênero, como roupas azuis para meninos e rosa para menina, é uma das ferramentas que a mãe usa, além de incentivar sentimentos de carinho e abraços, algo de que os meninos são culturalmente ensinados a se manter afastados.


5 3 Mae incentiva filho de 4 anos a usar vestidos e aprender a usar palavras de genero neutro

Direitos autorais: reprodução Instagram/@lorenzadonna_.

5 4 Mae incentiva filho de 4 anos a usar vestidos e aprender a usar palavras de genero neutro

Direitos autorais: reprodução Instagram/@lorenzadonna_.

Mas Lorenza conta que não foi ela quem apresentou os vestidos ao filho, obrigando-o a usá-los, a ideia partiu dele, depois que assistiu ao filme Frozen. Ela conta que sempre soube que ele tinha interesses mais amplos, mas a conversa sobre os estereótipos de gênero começou apenas quando o filho sinalizou interesse por eles.

A mãe conta que, mesmo que ele ouça dos colegas que precisa cortar os cabelos ou se vestir “como menino”, LJ está confiante e não se incomoda com os comentários. Ela torce para que, no futuro, exista um momento em que as crianças não serão mais ofensivas e agressivas umas com as outras quando se sentirem ameaçadas com as diferenças.


Para ela, todos teriam muito mais oportunidades e um leque maior de interesses se não fossem ensinados, desde a primeira infância, a viver apenas de um único jeito. Lorenza ainda explicou que sempre percebe que as meninas que quebram os padrões costumam ser mais enaltecidas facilmente, enquanto os meninos ainda têm uma longa jornada pela frente.

5 5 Mae incentiva filho de 4 anos a usar vestidos e aprender a usar palavras de genero neutro

Direitos autorais: reprodução Instagram/@lorenzadonna_.

A mãe ainda conta que tem o costume de cortar relações com familiares, conhecidos ou desconhecidos que tentam impor alguma normatividade na forma como LJ se expressa, e defende que ele será criado com toda a liberdade que quiser. Ela explica que, claramente, os vestidos e lantejoulas são muito mais chamativos do que qualquer roupa masculina da seção infantil.


Professor pede que menino de 7 anos troque de roupa na frente dos colegas, e mãe se revolta

Artigo Anterior

Idosas inovam ao criar moradia para ficar juntas e evitar a solidão da velhice

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.