Comportamento

Mãe perde guarda de filha por mentir por três anos que criança sofria de doença terminal

Lindsey Abbuhl alegou que sua filha estava em estado terminal, com falha do sistema nervoso. Depois da investigação, ela perdeu a guarda para o pai da menina. Entenda o caso!



Uma garota de 11 anos foi retirada de sua mãe, que alegou que a filha sofria de uma doença terminal neurológica. Fez isso para receber dinheiro e regalias durante três anos. Foi provado em investigação que a criança não tem problema algum.

Aos 34 anos, Lindsey Abbuhl enganou todos ao fingir que sua filha Rylee tinha uma doença fatal. Com informações do Daily Mail, a mãe disse para os vizinhos e amigos próximos que a garota possuía uma doença que fazia seu sistema nervoso falhar.

Em consequência disso, ela mal conseguia comer, sempre muito cansada e tomando medicações em doses extremamente altas por regularmente ter convulsões noturnas.


Desde 2018 Lindsey arrecada fundos para cobrir o alto custo de despesas médicas que Rylee supostamente precisava. A comoção pela história foi ficando cada vez maior, com eventos de caridade televisionados em homenagem à garota e até vaquinha para custear seu tratamento.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Lindsey Abbuhl.

A mãe conseguiu quantia equivalente a mais de 23 mil reais, desconto em hotéis e ingressos de graça para o Sea World, um dos mais famosos parques aquáticos do mundo. Rylee começou a pedir a seus amigos que fossem carregadores em seu funeral. Inclusive, ela fazia tratamento psicológico para aprender a lidar e processar a própria morte.

O pai da garota, Jamie Abbuhl, começou a desconfiar porque não tinha conhecimento de tantas consultas e internações. A história se iniciou quando Lindsey passou a contar que a filha estudava em casa porque estava muito doente, mas na pensão alimentícia não havia evidência médica de que ela poderia ter algum problema. Separado de Lindsey desde 2017, depois de dar o alarme de que a história não procedia, ele obteve a custódia de Rylee.


Foi apresentada uma denúncia de negligência e abuso, pelo Serviço de Crianças no Tribunal da Família. Alegaram que Lindsey usou a filha em benefício próprio, para conseguir dinheiro e ir a eventos de graça nos últimos anos.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Lindsey Abbuhl.

Um especialista médico revisou os registros da neurologia, genética, hematologia, pneumologia e concluiu que não havia nada que apoiasse a alegação da mãe de que a filha era uma doente terminal. Com isso, a farsa foi descoberta e a guarda retirada de Lindsey.

A mãe já havia comentado certa vez que tinha tumor cerebral e chegou a entrevistar famílias para ficar com Rylee após sua morte. Mas a história não vingou, então o alvo tornou-se a filha. Lindsey fazia questão de documentar todas as visitas ao hospital por meio de suas redes sociais.


Ela dizia que como não sabia se a filha estaria viva no dia seguinte, agradecia as doações e orações de todos. A repercussão fez com que um dos eventos fosse televisionado, e ela chegou a dar entrevistas, relatando o quanto aquilo era importante para Rylee, pois tinha apenas mais dois meses de vida.

Como o caso foi ficando cada vez mais midiático, o pai de Rylee, que sabia apenas que a filha sofria de digestão lenta, não acreditou quando soube pela mídia que ela estava prestes a morrer.

Outras pessoas começaram a desconfiar, e quando foi confrontada, Lindsey se recusou a mostrar os registros médicos e não permitiu que os médicos que trataram sua filha enquanto esteve internada falassem com a imprensa.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Lindsey Abbuhl.


Ela relatava que nenhum deles havia sido capaz de diagnosticar a doença de Rylee. De acordo com a mãe, seus sintomas eram convulsões noturnas, não comia e sentia-se exausta. Mas as outras pessoas que conviviam com a garota não viam isso. Ela parecia saudável e continuava a brincar, comer e viajar, bem diferente da forma como Lindsey contava.

A investigação continua em andamento, mas a guarda de Rylee foi passada para o pai.

O que achou deste caso chocante?

Comente e compartilhe em suas redes sociais!


Jovem faz criolipólise na mandíbula, para defini-la, e procedimento a deixa com queimaduras de 2º grau

Artigo Anterior

Mulher se recusa a passar protetor solar em bebê por causa de produtos químicos. Quer criá-lo ao natural

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.