Comportamento

Mãe promove debate ao relatar que nunca pede para filha se desculpar quando faz algo errado

Ela explicou em sua rede social por que não diz essa frase para sua filha. Prefere ensinar a empatia, que reforça a construção emocional de maneira mais eficaz!



O comportamento dos filhos muito reflete sobre como os pais os estão criando. Mas isso não é uma regra. Eles possuem personalidade desde o momento em que nascem, e nem sempre está associado à forma como estão sendo educados. Quando são muito pequenas, as crianças reproduzem aquilo a que estão habituadas em casa, mas não é uma verdade absoluta.

Uma mãe iniciou um debate nas redes por revelar sua maneira eficaz para criar a filha. Com informações do The Sun, a jovem diz que nunca diz à menina para pedir desculpas, mesmo se fez algo errado.

Explica que crianças pequenas não possuem o cérebro completamente desenvolvido, a parte que controla as emoções e os impulsos não está pronta, por isso os pequenos não ficam calmos durante uma tomada de decisão e apresentam comportamento agressivo por não saber lidar com aquela emoção.


Rachael Rogers defende que uma criança de 2 anos, ao surtar, bater, gritar, morder e chutar está relacionado com essa parte cerebral em desenvolvimento, e não tem consciência do que faz e tampouco entende que é errado.

A maneira que essa mãe achou de ajudar a filha nesses rompantes é fazê-la entender o sentimento.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@rachlynnrogers.

É por isso que, quando sua filha faz algo que lhe desagrada, a mãe não pede que ela se desculpe. Rachael prefere fazer a criança entender sobre sua reação, promovendo a empatia e a inteligência emocional.


Deu um exemplo do que aconteceu em sua casa. Sua pequena estava acordando de um cochilo e o pai começou a fazer carinho e a beijá-la. Ela pensou que, de alguma forma, ele fosse tirá-la da cama e sua reação foi bater nele.

Ela explica no vídeo que o pai saiu frustrado e, em vez de Rachael dizer que aquilo foi ruim, que não se deve bater em ninguém e que tinha de pedir desculpas, conversou com a menina sobre o pai ter saído triste depois do que ela fez, que provavelmente seu coração estava dolorido porque a menina havia batido nele, sendo que ele estava fazendo carinho nela.

Em seguida, ela joga uma opção para a filha, perguntando se poderiam ir até lá e dar um beijo nele. Ela prontamente respondeu que sim. A frase “pedir desculpa” não foi falada e uma lição foi aprendida, segundo a mãe.

No entanto, alguns de seus seguidores não acharam pertinente o comportamento da mãe. Comentaram que é importante sim uma criança saber sobre o valor de se desculpar, pois o correto seria ensinar que bater é errado.


Acharam a atitude controversa, dizendo que a menina não pediu desculpas, mas foi beijar o pai, o que configura a mesma coisa na cabeça dela. Já outros seguidores concordaram com o posicionamento de Rachael, dizendo que forçar uma criança a pedir desculpas é o mesmo que ensiná-la a mentir para sair da situação, se não estiverem arrependidas de verdade.

Para que isso aconteça, é necessário que aprendam sobre o sentimento, segundo eles.

E quanto a você? Qual é a sua opinião sobre isso?

Comente e compartilhe este caso em suas redes sociais!


Fernanda Vasconcelos muda de opinião sobre maternidade e diz: “Projeto meu de vida”

Artigo Anterior

Filho que é amado por sua mãe se torna um pai presente e acolhedor. Ela é seu maior exemplo!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.