Comportamento

Mãe sofre ofensas ao compartilhar fotos de seu pós-parto. Chamaram-na de nojenta e preguiçosa!

Três meses depois de dar à luz, Sarah Nicole disse que se tornou insegura pela aparência de seu corpo, mas decidiu aceitá-lo e mostrar fotos reais do pós-parto. Foi alvo de críticas!



Relatos sobre a maternidade estão tomando força atualmente. Muitas mães resolveram abrir suas vidas nas redes sociais para mostrar o que não é falado sobre ter filhos. Principalmente o pós-parto. Ainda é notória a romantização do maternar, por isso o assunto virou pauta de discussões.

Mulheres sofrem pressões estéticas o tempo todo, e quando decidem ter um filho, muitos questionam sobre a própria aparência depois que eles nascem.

Se não voltam ao peso, se tornam mães “relaxadas”, que não ligam mais para se arrumar. Um estigma que a sociedade impõe à mãe, pressionando-a a recuperar rapidamente o seu corpo.


Sarah Nicole Landry decidiu mostrar a realidade de seu corpo após dar à luz. Mas recebeu chuvas de críticas e ofensas, por conta de suas medidas. Ela documentou toda a sua jornada no Instagram e aproveitou para responder aos comentários ofensivos e desrespeitosos.

Com informações do The Sun, Sarah decidiu fortalecer as mulheres que passam pela mesma situação. Ao mostrar sua barriga com estrias e cicatrizes, ela acendeu um debate sobre corpo natural e suas mensagens positivas alcançaram grande número de pessoas.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@ thebirdspapaya.

Sua notoriedade trouxe também uma série de pessoas abusivas e desrespeitosas que rechaçaram seu corpo real. Os comentários eram pesados e cruéis.


As ofensas iam de mãe preguiçosa e relaxada, a nojenta, sem respeito consigo própria. Outros lhe sugeriam abdominoplastia, cirurgia plástica para eliminar o excesso de pele do abdome, para que a barriga volte “ao normal”.

Algumas pessoas foram além e debocharam da aparência dela, chamando-a de “funcionária do mês de fast food”, ou “com mais pães que uma padaria”. Muitos tentaram ridicularizá-la, afirmando que ela não deveria vestir certos tipos de roupas, que teria de se cobrir pelo bem da humanidade, ou fazer dieta e frequentar uma academia.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@ thebirdspapaya.

Ela decidiu usar todo esse ódio a seu favor e mostrou que a mudança corporal precisa ser vista com naturalidade. É absolutamente normal para um corpo feminino essa transição.


Admitiu que se cobrir é a maneira mais fácil para se tornar invisível e desaparecer completamente dos radares maldosos da internet, mas está determinada a mudar a maneira como as pessoas pensam e falam sobre o corpo das mulheres.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@ thebirdspapaya.

Sarah destacou alguns elogios de mães lhe agradecendo por compartilhar fotos sinceras. Sua atitude fez com que muitas se sentissem melhores com os próprios corpos após o parto, pois não há problema algum em sair desse padrão tóxico de beleza ideal.

O que achou da atitude desta mãe ao compartilhar sua realidade?


Comente e compartilhe este relato em suas redes sociais!

Executiva refaz currículo listando suas habilidades como mãe trabalhando de casa. Recebeu elogios!

Artigo Anterior

Menino passa mal porque mãe o obriga a comer pizza por uma semana, por desperdiçar comida

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.