publicidade

“Marcas que contam minha história”, diz Ana Furtado ao postar montagem com seu rosto

A apresentadora publicou, em suas redes sociais, uma foto com parte de seu rosto natural e outra parte editada, para debater sobre a ditadura da beleza.



Com o avanço da tecnologia, hoje temos aplicativos na própria câmera do celular que possibilitam mudanças, que antigamente só eram vistas após cirurgias. A moda agora são os filtros, que alteram a forma do rosto, cor dos olhos, cabelos, enfim, há uma infinidade de funções.

O que antes poderia ser apenas para brincadeira e divertimento, agora se tornou “essencial” para muitas mulheres postarem suas fotos.

O padrão que vemos nas redes sociais, em sua maioria, não condiz com a realidade. Existem inúmeros filtros que mudam e transformam a imagem. O grande problema deles é que dá a falsa impressão de perfeição para quem vê.

Várias celebridades são adeptas ao uso, mas outras já começaram a postar as fotos ao natural, e isso vem crescendo e se tornando popular.


Ana Furtado, rosto bem conhecido por todas nós, fez uma reflexão sobre esse tema em seu Instagram. Ela colocou uma foto com metade de seu rosto tratada com filtro e a outra parte ao natural.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@aanafurtado.

A publicação rendeu mais de 31 mil curtidas e 1.100 comentários. O debate foi proposto pela apresentadora, que avaliou o quanto a saúde mental pode ser prejudicada ao se usarem esses filtros que tanto modificam o rosto. Ela salientou que o objetivo não é criticar o uso de filtros, e sim debater o seu uso de forma consciente.

As doenças psicológicas estão em alta e, com certeza, a distorção da própria imagem influencia esse aumento. O ideal de beleza é impossível, pois é algo subjetivo. Cada um tem a sua. Não há como colocar todo mundo em um único padrão. É isso que precisa ser aprendido. Essa busca exagerada por uma beleza montada só traz infelicidade.


Anna continua relatando em sua postagem que ela mesma colocou um ponto-final na busca pela perfeição. Resolveu pegar mais leve consigo, e isso ainda é um exercício diário. Um dia, acabou se assustando quando viu seu rosto sem filtro, e esse sentimento foi o que gerou o debate.

Relatou que as marcas de seu rosto contam a sua história e fazem parte de quem ela é. Uma criatura que vive, sente, ri e chora.

Quando os filtros são usados como diversão, é uma coisa, mas se começam a mexer com a autoestima, tirando seu bem-estar, é necessário rever se valem a pena. Ela aconselhou sempre priorizar a saúde mental e física. Pediu que as mulheres não se cobrem tanto, que se olhem com mais carinho e amor-próprio, pois é a única versão deste mundo. E essa versão precisa ser sem limites para se tornar feliz, finalizou a apresentadora.

O que achou dessa reflexão de Anna Furtado? Concorda com seu posicionamento?

Comente e compartilhe esse texto em suas redes sociais!

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.