Comportamento

Marido deixa mulher traí-lo e seus amantes a ajudam a enfrentar a morte dele!

Marido deixa mulher trai lo e seus amantes a ajudam a enfrentar a morte dele

Debbie e Tony eram casados desde 2007 e mantinham um “casamento aberto”. Entenda o caso!



Sabemos que existem muitas formas de demonstrações de amor. Estamos habituados sempre com os parceiros sendo exclusivos um do outro. Caso algo aconteça fora da relação dos dois, é considerado traição, na maioria dos relacionamentos.

Porém, existem pessoas que são mais desprendidas em relação a sentimentos e não ligam se o companheiro quer ter uma aventura ou se relacionar amorosamente com outras pessoas. Elas acreditam que o ciúme e a traição são construções sociais que aprisionam os envolvidos numa relação para reprimir seus desejos por outros.

O assunto gera polêmica, pois, de um lado, grande parte acha um absurdo total esse tipo de comportamento, enquanto outros acreditam que não há problema algum se for algo combinado e acertado entre o casal.


Debbie Dowsett e Tony Williams se conheceram em 1999, numa reunião de residentes. Ela disse que não foi uma conexão instantânea, e não era seu amor à primeira vista. Seu primeiro pensamento foi de que ele era um homem bastante inteligente.

Com informações do Mirror, Debbie tinha 26 anos e Tony, 42. Conversaram mais e o romance floresceu. Três meses depois, tiveram o primeiro encontro oficial como casal. Em janeiro de 2000, ela se mudou para a casa da mãe de Tony e ali descobriram que não conseguiriam mais se desgrudar.

Após dois anos de relacionamento, Tony sugeriu dormir com outras pessoas, mas Debbie não estava interessada. Ela disse que imaginou sendo algo complicado por causa de ciúme e porque não tinha muita confiança. Ao longo dos anos, ele continuou dizendo que havia homens interessados nela, mas ainda assim, isso não era uma opção.

Depois de cinco anos da primeira sugestão, Tony novamente lhe fez a pergunta e ela desistiu, resolveu dar uma chance a sites que promoviam encontros para pessoas casadas. Ela se inscreveu em vários e um deles mostrava a quantidade de acessos ao seu perfil, que tinha mais de 100 visualizações em uma hora.


Com o incentivo de seu parceiro, Debbie criou coragem e foi ao encontro de um homem que não era seu marido. Quando retornou para casa, não houve clima ruim, a vida continuou normalmente. Seu marido apenas perguntou se ela tinha se divertido. Ela disse que sim, e seguiram tendo um casamento aberto.

Tony também se inscreveu nos sites e, juntos, tiveram pelo menos 25 conquistas extraconjugais. Os homens com quem Debbie se relacionava tinham personalidades diferentes. Um a levava para museus e passeios culturais; outro a presenteava com flores, brinquedos fofos e chocolates.

Segundo a regra do casal, era permitido a ambos se relacionarem com outras pessoas, exceto nos fins de semana. Ambos faziam exames regularmente e usavam métodos contraceptivos com os demais, os quais poderiam levar para casa, mesmo que o outro estivesse lá.

Ela disse que, no início, era estranho, mas logo depois se acostumou com essa rotina. Em 2011, a saúde de Tony começou a apresentar problemas, e Debbie desistiu de seu emprego para cuidar dele. Eram doenças pulmonares, problemas musculares e, em 2019, fez uma cirurgia do coração.


Após a operação, diversas complicações ocorreram com ele, e não pôde voltar para casa. Mesmo assim, ele a encorajava a continuar dormindo com outros homens.

Ela continuou a verificar os sites, mas não tinha mais tempo para ficar saindo, então acabou se relacionando afetivamente com três amigos que conheceu em suas aventuras, para que lhe dessem o devido apoio emocional.

Tony faleceu em 2020, enquanto Debbie dormia ao seu lado. Ela contou que ficou absolutamente arrasada. Após sua morte, e sem filhos para pedir apoio, ela recorreu aos seus antigos “amantes”, que lhe deram todo o suporte de que ela necessitava naquele momento.

Ela disse que foi muito difícil se ver longe de seu companheiro, mas, por incrível que possa parecer, seus amantes foram muito solícitos e a ajudaram a enfrentar o luto e a ausência do marido. Desde sua morte, ela continuou a navegar nos sites, mas não teve mais encontros por conta da pandemia.


Debbie conclui dizendo que a partir do momento em que as coisas melhorarem, estará pronta e sabe que Tony lhe daria sua bênção!

Qual a sua opinião sobre esse casal polêmico?

Comente e compartilhe em suas redes sociais!


“Gostaria que eu segurasse o seu bebê?” Senhor gentil oferece ajuda a mãe e atitude viraliza!

Artigo Anterior

Tata Werneck diz que Paulo Gustavo está “melhorando muito”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.