Comportamento

Mulher cancela casamento e se liberta de relação abusiva. Celebrou seu triunfo vestida de noiva!

Capa Mulher cancela casamento e se liberta de relacao abusiva Celebrou seu triunfo vestida de noiva

Ela relata que escapou de viver para sempre ao lado de uma pessoa controladora, cancelando o casamento três semanas antes da data. Libertou-se!



A maioria das mulheres acabam se prendendo a relações não benéficas por vários motivos. A começar pela insegurança, pois o mundo é cruel e sempre dá um jeito de menosprezar nosso corpo ou nosso pensamento.

Por muito tempo, os padrões da sociedade nos fizeram acreditar que a felicidade é completa apenas se estivermos casadas e com filhos. E que isso tem de acontecer até certa idade, depois é correr contra o tempo.

Mas, graças às mudanças que vêm acontecendo, uma mulher pode ser feliz da maneira que preferir. Não é necessário seguir à risca o que lhe impõem. Esse tipo de atitude dá mais força e garra para se livrar de relacionamentos tóxicos, pois não há problema nenhum em estar solteira. Não se pode mais medir a felicidade dos outros pela sua própria régua.


Esse caso é de profunda intensidade. É sobre o poder de decisão que todas nós podemos ter. Quando uma mulher se liberta, ela renasce. Mais empoderada, mais bela, mais dona de si!

Chandley Brelsford conta ao “Love Whats Matters” que o dia 8 de junho de 2019 era para ser o dia mais feliz de sua vida, ela enfim se casaria com seu grande amor e melhor amigo. Estava muito ansiosa para começar a vida com alguém e escrever essa aventura juntos.

2 Mulher cancela casamento e se liberta de relacao abusiva Celebrou seu triunfo vestida de noiva

Direitos autorais: reprodução Instagram/@chandleybre.

Mas nada disso aconteceu. Três semanas antes, ela cancelou o casamento. Tudo porque depois de quatro anos, Chandley não conseguia mais suportar o que vinha sentindo. Estava num relacionamento abusivo e não conseguia romper esse ciclo.


Antes, porém, seu companheiro a fazia sentir especial, a mulher mais linda do mundo. Foi fácil se apaixonar por ele. Mas à medida que o tempo foi passando, ela não poderia chamá-lo de marido.  A vida que ela tanto queria ter não seria com ele. O casamento não seria pacífico e amoroso. Levou quatro anos para que ela tomasse a coragem de se libertar.

Ela se apaixonou aos 16 anos. Ficou encantada e sentia-se sortuda por seu tão jovem e já conhecer o amor de sua vida. Mas as bandeiras vermelhas começaram a aparecer, mesmo que Chandley as tivesse ignorado.

3 Mulher cancela casamento e se liberta de relacao abusiva Celebrou seu triunfo vestida de noiva

Direitos autorais: reprodução Instagram/@chandleybre.

Mas resolveu deixar para lá, afinal de contas, o amor supera tudo. Mas não, não supera. Falta de respeito e descontrole não fazem parte desse sentimento tão sublime. O amor verdadeiro é leve, não pode ser sentido como um fardo. E era justamente desse jeito que ela se sentia. Um peso.


As coisas pioraram quando foi para a faculdade. Ele começou com exigências. Dizia que não faria viagens tão longas para vê-la. Então ela manteve empregos perto de sua casa e trabalhava nos fins de semana.

Esforçava-se para fazer todos os seus deveres da faculdade e o visitava nos fins de semana, depois do trabalho. Muito esforço dela. Pouco dele.

Ela preparava as refeições e tudo que ele pedia. Começou a ficar zangado se ela por acaso se esquecia de realizar alguns desses pedidos. Chandley queria provar que era digna de estar ao lado dele.

Mas os ultimatos ficavam cada vez mais pesados. Se ela não atendesse ao telefone imediatamente, o interrogatório começava. Queria saber o tempo inteiro com quem ela estava, onde e por quê. Ficava chateado se ela decidisse ver a família em vez de ficar com ele. Quando ele voltava mais cedo do trabalho, ela ficava em pânico, pois não havia conseguido fazer todas as suas “obrigações”. Se o jantar não estava pronto, a culpa era sempre dela.


Era julgada por não fazer o suficiente, por não se esforçar para a relação dar certo. Logo ela, que fez de tudo para dar certo.

Por três anos, viveu esse martírio. Nada de diversão. Nada de amigos, cada vez ficando mais e mais isolada do mundo. Nem sua família tinha o direito de vê-la. Ela relata que focou tanto em agradar ao seu companheiro, que esqueceu de si mesma e se perdeu nesse caminho. Já não se reconhecia mais, e seus amigos próximos também.

Ao se formar, em 2018, o domínio dele ficou ainda maior. Ela tinha muito mais tempo para a família e amigos, mas não podia visitá-los. Isso sempre era motivo de briga e descontentamento.

Quando Chandley foi pedida em casamento, foi um acontecimento. Ela se viu digna disso, pois sacrificou sua vida para provar sua lealdade, e o momento havia chegado. Sentia-se orgulhosa, mas vazia. Era repreendida por tudo, nada parecia mais alegrar aquele que seria seu marido. O abuso emocional foi ficando severo, até que se viu completamente deprimida. Tudo deveria ser feito sob o controle dele.


Os momentos divertidos eram apenas nos termos dele. Era obrigada a ver a família do companheiro sempre, enquanto a sua era deixada de lado. Ela relata que a vida era perfeita por fora, mas por dentro a depressão tomava conta do seu coração.

Enfim, o sentimento de sobrevivência falou mais alto e essa mulher conseguiu se libertar. Chandley diz que ainda é difícil, mas é recompensador respirar sem o peso de antes. Contou que cresceu muito com essa experiência e se vê como uma mulher renascida, com o amor-próprio em alta. Encontrou valor em si mesma e, para fechar com chave de ouro, resolveu, na data que seria seu casamento, colocar o vestido de noiva e continuar sua história sozinha.

4 Mulher cancela casamento e se liberta de relacao abusiva Celebrou seu triunfo vestida de noiva

Direitos autorais: reprodução Instagram/@chandleybre.

Seu ensaio fotográfico foi tão poderoso, que ganhou a internet. Ela diz que quer ajudar outras mulheres a se respeitarem e acreditarem em si próprias. Nenhum homem vale a pena, se destrói sua companheira por dentro. Se ele não lhe mostra respeito agora, no futuro não o mostrará.


5 Mulher cancela casamento e se liberta de relacao abusiva Celebrou seu triunfo vestida de noiva

Direitos autorais: reprodução Instagram/@chandleybre.

Ela conclui seu ensaio e sua reflexão dizendo que cada pessoa é merecedora de um amor leve e faça desse sentimento um lugar seguro. Focar em si mesma nunca será um ato de egoísmo. É a prova de que enfim entendeu que o amor que sente por si deve ser o mais importante, pois quando acreditamos que merecemos o melhor, ele chega a nós! Chandley finaliza dizendo que um dia estará pronta para se casar, algum dia, mas não hoje. E está tudo bem!

O que achou deste poderoso relato?

Compartilhe-o com seus amigos e deixe sua opinião abaixo!


Minha mãe nasceu para ser o meu lar. Seu amor me protege e dá força em qualquer situação!

Artigo Anterior

Famosos lamentam a morte de Paulo Gustavo

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.