Comportamento

Mulher não comparece ao casamento do irmão porque noiva proibiu crianças na festa

A mãe dividiu opiniões ao publicar seu relato anonimamente. Ela desistiu de ir à festa porque não podia levar seus filhos; seu comportamento provocou um debate.



Uma celebração de casamento é um evento familiar que reúne todos os parentes e amigos mais próximos por ser uma festa que comemora a união de duas pessoas. É muito comum nessas celebrações a permanência de crianças, pois são parte de uma unidade familiar.

Não é muito comum que festas de casamento tenham regras que as deixem de fora, mas como a cerimônia é regida pela vontade dos noivos, casos em que crianças não são convidadas podem acontecer.

Uma mulher que não quis ser identificada resolveu contar um fato que a envolveu bem como sua família. Essa mãe desistiu de ir ao casamento do próprio irmão porque a futura esposa dele não queria crianças na festa.


Segundo as informações do Daily Mail, a mulher fez o relato no Reddit e, como não poderia levar os filhos, decidiu não ir e seu comportamento fez com que o resto da família fizesse o mesmo. A mãe relatou que não queria deixar seus filhos em casa enquanto participava da celebração, pois eles faziam parte da família e era injusto não participarem.

Contou que a noiva planejou uma cerimônia de quatro dias, em outro estado, e isso já tornava mais complicado deixar as crianças. Disse também que seu irmão não tinha objeções à presença das crianças, mas acabou ficando do lado da futura esposa.

Relatou que ficou chocada com a decisão da noiva, uma vez que seus pais estavam ajudando a pagar a festa e que não foi de bom tom fazer esse tipo de proibição. Após seu relato, as opiniões estavam divididas.

Enquanto uns alegavam que ela estava certa sobre não ir ao casamento e priorizar seus filhos, outros falaram que a noiva estava no direito dela de ditar regras sobre o que quer e o que não quer na própria festa.


Ainda continuando seu relato, a mãe explicou que perdeu completamente o interesse em assistir ao casamento e não seria genuíno ir sem seus filhos. Falou que não queria ficar longe deles e não teria com quem deixá-los, já que todos os parentes adultos estariam no casamento. Mas entende que a celebração da cerimônia ser dessa forma é um direito da noiva, por esse motivo se recusou a ir.

Além dela, mais três irmãs que têm filhos e outras primas também se recusaram a participar, acrescentando que a decisão da futura esposa tinha criado um drama totalmente desnecessário na família.

A mulher disse que seu irmão ficou irritado com ela e brigaram, pois ele a acusou de ter causado todos esses problemas. Mas, na verdade, todos ficaram chateados com o fato de os membros da família terem desistido. Pressionaram a noiva para que mudasse de opinião e permitir que os filhos participassem.

Ela, no entanto, não cedeu e a cerimônia continuará sem a presença das crianças. A mãe finaliza seu relato dizendo que entre estar num casamento, que já promoveu tanta discussão, e seus filhos, com certeza, eles estão em primeiro lugar.


O que causou debate foi que, depois de algumas explicações no relato, as pessoas passaram a ficar do lado da noiva, já que a irmã do noivo acabou “fazendo a cabeça” dos outros para que também não comparecessem.

Disseram que ela estava sendo dramática, pois, se não quisesse ir, era só ter falado, sem fazer alarde. No fim, a maioria deu razão para a irmã do noivo, pois se o casamento fosse apenas durante um dia, não haveria problema em deixar os filhos com alguém, mas quatro dias, e em outro estado, já era demais.

“Eu nunca quis ser mãe e só tive um filho para fazer meu marido feliz”

Artigo Anterior

Professor é afastado por 6 meses ao afirmar que só existe gênero masculino e feminino

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.