Comportamento

Mulher se recusa a fazer aborto e namorado a abandona, dizendo não estar pronto para ser pai

Capa Mulher se recusa a fazer aborto e namorado a abandona dizendo nao estar pronto para ser pai

Rapaz decidiu deixar a namorada enquanto passavam férias, pois ela quis levar a gravidez inesperada adiante.



Uma gravidez não planejada impacta a vida do casal, não há sombra de dúvidas. Mas, infelizmente, grande parte das mulheres desses casos ficam com a responsabilidade sozinha para si, enquanto os homens podem ir embora.

Homens têm o direito de escolha; mulheres, não. É muito comum mães solo se desdobrarem em mil partes para cuidar e amar uma criança, que deveria ter a presença e a ajuda do pai para sobreviver.

De acordo com o site Mirror, Gabriella Buxton engravidou inesperadamente, mas achou que receberia apoio do pai da criança, seu namorado. O que ela levou foi um grande banho de água fria. Ficou completamente arrasada quando viu que ele não pensou duas vezes em abandoná-la, deixando-a para trás, assim como o filho do casal.


Na ocasião, ele disse que a amava, mas não conseguia lidar com a situação, tampouco se sentia preparado para ser pai. Gabriella precisou lidar com uma gravidez e abandono ao mesmo tempo.

Ela percebeu que poderia estar grávida quando sentiu sensações estranhas em seu corpo, em 2018. Mas sua menstruação estava em dia, o que a fez logo não se preocupar. Porém as sensações se intensificavam, levando-a a fazer um teste de gravidez. Quando deu positivo, ela pensou em abortar, não por si, mas por saber que seu namorado jamais aceitaria um filho.

2 Mulher se recusa a fazer aborto e namorado a abandona dizendo nao estar pronto para ser pai

Direitos autorais: reprodução Facebook/Gabriella Buxton.

Eles tinham um relacionamento de quatro anos, eram amigos desde os 16 anos e ambos ainda moravam com os pais. Ela decidiu ligar para o namorado e lhe contar a novidade. Ele a convenceu de irem a uma clínica, e assim fizeram. Lá, o médico disse que era muito cedo para tomar a pílula, pois precisavam de mais semanas, porque a chance de não interromper seria maior.


Ela marcou retorno assim que voltasse da Itália, onde daria um curso de ioga. Seu namorado também, porém dias depois, e essa distância fez com que Gabriella pensasse melhor sobre o aborto. Quando iniciaram a conversa, ela relatou que tinha a opção de ficarem com o bebê, e que discutiriam sobre isso. Perguntou a ele qual era o pior cenário para ter um filho e ele prontamente respondeu que aquela hora seria a pior.

Tentando encontrar algum apoio, mudou a pergunta, questionando-o sobre o melhor momento. Ele duramente respondeu que não existia. Gabriella, claramente chateada com a situação, mesmo de férias com seu namorado, decidiu dar uma caminhada para espairecer e esfriar a cabeça. Quando voltou, seu namorado já tinha reservado um voo de volta para casa.

O desespero tomou conta do seu coração, e ela, não acreditando no que acabava de acontecer, perguntou a ele se tinha coragem de abandonar a namorada grávida em outro país. Ele simplesmente foi embora.

Ao voltar, foi novamente ao médico, mas dessa vez não era para interromper a gestação. Queria ter certeza se a gravidez era viável. Com a confirmação, foi a última vez que manteve contato com seu ex, contando que se decidiu pela vida do filho.


Gabriella ainda tentou reaver a situação, conversando com sua sogra. Ela, no entanto, tentou fazer com que mudasse de ideia, chegando a dizer que era “apenas um comprimido e esqueceria tudo”.

Então, ela escolheu que seria ela, seu bebê e sua família. Não contaria com a família do namorado, muito menos com ele. Escolheu abraçar a sua gravidez.

3 Mulher se recusa a fazer aborto e namorado a abandona dizendo nao estar pronto para ser pai

Direitos autorais: reprodução Facebook/Gabriella Buxton.

Os tempos não foram fáceis. Alguns exames ela fazia sozinha, mas não queria que a gravidez fosse tão solitária. Mas aceitou a condição, pela vida de seu bebê. Obteve ajuda e apoio de sua família, o que a ajudou muito, mas ainda assim se sentia um pouco sozinha. Seu filho Walter nasceu e ela enfim percebeu que não tinha mais espaço em sua vida para seu ex-namorado.


Ela é uma mulher independente, mãe e está feliz com o rumo que sua vida tomou. Disse que jamais vai falar para seu filho que ele não tem um pai. Apenas vai contar a história, pois o filho nada tem a ver com os erros dos pais.

Gabriella encontrou apoio na internet, onde decidiu criar uma comunidade de mães solteiras e grávidas que passaram pela mesma situação que a dela. Quer que todas acabem com o sentimento de culpa e vergonha, e a maneira que achou foi escrevendo um livro sobre sua experiência.

4 Mulher se recusa a fazer aborto e namorado a abandona dizendo nao estar pronto para ser pai

Direitos autorais: reprodução Facebook/Gabriella Buxton.

Hoje ela aconselha a buscar apoio na família ou nas redes, pois o desespero pode fazer com que tomem uma decisão precipitada e deixem de viver a melhor parte de suas vidas, que é a maternidade.


O que achou deste relato?

Comente e compartilhe-o em suas redes sociais!

“Eu me sinto linda!”: mulher com alopecia quebra padrão estético e decide raspar a cabeça! Empoderada!

Artigo Anterior

Para ajudar mãe desempregada, irmãos criam site para agendar faxinas e quadruplicam sua renda!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.