Comportamento

“Não tenho mais idade para perder tempo não sendo eu mesma”, diz Ana Paula Padrão, aos 55 anos

A apresentadora do Master Chef relatou em suas redes sociais o quanto se orgulha da idade que tem, e deu um show de autoestima. Confira!



A liberdade da mulher que se reconhece com o passar da idade é brilhante e causa admiração. Quando ela percebe que consegue se conectar melhor consigo mesma, aceitando e priorizando-se, não há nada mais motivador.

Por muito tempo, as mulheres que passavam dos 30 anos já eram vistas como “velhas” e, se não tivessem casado ou tido filhos, o julgamento era pior ainda.

Aos 40 anos, então, era mais um motivo para especulações. Se elas deixassem de pintar o cabelo, mais julgamento. E assim as décadas foram passando, com mulheres presas a esse estereótipo de que, depois de um certo tempo, a vida “acabava”.


O bom é que de uns anos para cá, estamos vivendo a era das mulheres satisfeitas com a idade que têm. Os 50 anos não têm mais o peso de antes, pois a ideia de estar em seu completo esplendor nessa idade é válida e verdadeira.

Ana Paula Padrão é mais uma das mulheres famosas que deram um show de autoestima e aceitação. Em seu Instagram, ela compartilhou lindos dizeres, que mostram o quanto a maturidade faz bem para o corpo, a pele e a alma.

A jornalista inicia dizendo que não tem mais idade para lidar com pessoas que ficam cuidando da sua vida, patrulhando tudo o que faz para julgar. Disse que não quer mais perder tempo nem fazer o que não quer para agradar aos outros.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@anapaulapadraooficial.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@anapaulapadraooficial.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@anapaulapadraooficial.

Disse que realmente não tem mais idade e tempo para perder com descortesia, falta de caráter, e não tolera mais que usem a violência das palavras para justificar a ignorância. Não tem mais “saco” para aturar sermão de quem não sabe nada de sua vida, escreveu.

Ana continua ressaltando que as mulheres com mais de 50 e pagam as próprias contas vão entendê-la. Declarou que hoje em dia só veste o que quer e o que a deixa mais confortável, inclusive, usa shortinhos, decote e biquíni, além dos cabelos compridos e castanhos.


Mas, se tiver vontade, corta tudo e pinta de azul. Acredita que com a idade que tem apoia as causas que escolheu porque combinam com o que ela é de verdade. Afirma que a melhor parte de passar dos 50 anos é não ter a menor expectativa de que todo mundo goste de você, e isso é libertador, declara.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@anapaulapadraooficial.

O show de autoestima e autoaceitação continua, e Ana Paula reflete sobre o que viveu em todos esses anos. Conclui que não dá a mínima para o que pensam dela, sem irritação ou ressentimentos, pois continua seguindo a vida, porque não tem mais idade para perder tempo não sendo ela mesma, finalizou.

Que essa injeção de ânimo aconteça com todas as mulheres. É incrivelmente mágico olhar-se com mais carinho e não dar bola para os tabus relacionados à idade. O importante é viver e ser feliz consigo mesma!


Madrasta enciumada exige que enteada adolescente corte seus longos cabelos para que não a ofusque

Artigo Anterior

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.