Comportamento

“Ninguém vai me dizer que estou muito velha para jeans rasgados, biquínis ou tops curtos”

Uma mulher de 50 anos decidiu usar suas redes sociais para provar que pode continuar com seu estilo, pois a idade não a impede de ser quem é.



É muito importante que mulheres maduras falem cada vez mais sobre a liberdade que sentem para não seguir certas “regras” que as tornem excludentes. É muito comum ouvirmos que existem roupas de “senhora” e de “mocinha”.

Embora possa parecer bobagem para muitas, várias mulheres deixam de ter a própria identidade por causa da idade.

Tray usa suas redes sociais para mostrar às outras mulheres de sua idade que não há problema nenhum em continuar com seu estilo jovial e despojado. De acordo com informações do The Sun, a influenciadora de 50 anos diz que está se juntando às pessoas com essa idade, mas não está perto de aposentar seus tops curtos, tênis, biquínis e jeans rasgados.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@trayslounge.

Diz que qualquer outra vestimenta que consideram inapropriada para sua idade ela vai usar, porque não está presa a esse tipo de estereótipo. “Há algo libertador em chegar a meio século”, e isso a tornou mais ousada e corajosa em suas escolhas de vida e estilo.

Aproveitou para declarar que a história que conta sobre sua vida é através do que veste, e fundamental é olhar para si mesma, aceitar-se como é e com isso amar todas as partes que já estão enrugadas. Foi fazendo isso que conseguiu ter mais carinho por si mesma e pôde entender e se encontrar como pessoa.

Disse que ver outras mulheres usando o que querem, não importando a idade, formato do corpo ou estilo, foi uma grande revelação, pois aos 40 anos sentia-se invisível, e sentir a liberdade de quebrar regras de moda e não dar a mínima para o que os outros pensam a fez melhorar como mulher.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@trayslounge.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@trayslounge.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@trayslounge.

Por causa disso, declarou que era hora de acabar com esses padrões e jogar fora as regras impostas. Afirmou que, se um dia falarem que não devem usar minissaia ou short porque não têm mais idade para isso, essa é a hora de provar que estão errados.


Alega também que, conforme vai envelhecendo, reza mais pelo conforto sem se estressar se está de acordo com a “etiqueta”. Tray afirma que uma mulher nunca estará velha o bastante para usar algo de que gosta. “Se uma roupa, sapato ou acessório a faz feliz, use, pois o que importa é a sua felicidade”, relatou.

Idosa é presa suspeita de matar marido e enterrar corpo na cozinha

Artigo Anterior

Mulher alega que ex-namorado rico é abusivo por não pagar seu aluguel: “Não ganho o suficiente”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.