Comportamento

“Nunca se altere por um homem.” Mulher se separa do marido depois de sofrer pressão para cirurgia plástica

Direitos autorais: Ernest Brillo/Unsplash.
2 Nunca se altere por um homem Mulher separa do marido depois de sofrer pressao para cirurgia plastica

Ela decidiu dar um basta na relação que não estava mais sendo benéfica. O poder de decisão de uma mulher é a sua melhor arma!

Vivemos em um mundo onde o culto ao corpo ainda é muito exaltado. Todos os dias vemos novas intervenções cirúrgicas e procedimentos para transformações físicas nem sempre necessárias.

Tudo para ter um corpo de modelo, como se a vida fosse apenas ter aparência. A cultura da cirurgia plástica em determinados lugares é ainda maior, principalmente por mexer com o psicológico das mulheres. A sociedade ainda quer nos fazer acreditar que só conseguimos as coisas por nossa beleza. Mas não. Mulheres são capazes de ter inteligência e sabedoria, e isso não tem nada a ver com forma física.

Esse relato foi postado pelo Love Whats Matters e conta a história de uma mulher que decidiu pedir o divórcio, porque seu marido a estava pressionando demais para se submeter a uma cirurgia plástica.

Ela preferiu ficar anônima para contar sua experiência. À medida que crescia e se enxergava no mundo, ela se sentia confortável com sua aparência. Mas isso não era suficiente para os outros. Ela se considerava na média, porém começou a ser vítima de comentários ofensivos e depreciativos em relação à sua forma física.

De repente, as meninas de sua idade começaram a ter seios e ela não. As pernas eram longas e as dela não. Não tinha a pele clara também. Essas características a colocavam como alguém “feio”.

Quando se deu conta, começou a acreditar nisso, pois todos decidiram que era plausível apontar suas “falhas”. A mulher conta que, por morar em Los Angeles (EUA), as pessoas crescem com uma mentalidade padronizada. As mulheres andam extremamente maquiadas às 6h da manhã. Os rostos estão cheios de preenchimentos e botox. Ser uma pessoa sem essas intervenções é considerado estranho.

Ela continua seu relato, contando que, após os comentários sobre sua aparência, se tornou uma adulta com autoestima baixa. Ao conhecer seu marido, ele parecia não notar tudo aquilo que as pessoas diziam dela. Constantemente a elogiava e iniciaram um relacionamento. Com menos de um ano de namoro, decidiram morar juntos e iniciar uma vida de casal.

Tudo seria perfeito se ela não tivesse percebido alguns sinais, que na época não a incomodavam. Ele era obcecado por mulheres perfeitas, mas nunca deixou que isso a afetasse. Pensou que seria apenas “coisas de homem”.

Foi aí que os temidos comentários começaram. Seu marido lhe perguntava se ela gostaria de fazer uma cirurgia, pois seu rosto ficaria muito mais bonito se seus lábios fossem mais volumosos, iguais aos da Kim Kardashian.

De início, ela riu por achar que era um tipo de brincadeira. Mas o assédio continuou, e depois de meses, ele sugeriu que ela fizesse um implante de seios, pois considerava-os muito pequenos. Mesmo que tivesse cogitado no passado colocar silicone, a mulher não aceitou, pois não faria isso por si mesma, e sim para agradar-lhe.

Ela tinha apenas 26 anos quando as indagações do marido sobre cirurgia plástica começaram. O auge de tudo e a gota d’água foram em seu aniversário, cujo presente era um envelope branco, com dinheiro dentro, para que ela fizesse o implante de silicone nos seios.

A mulher disse que ficou muito surpresa e com raiva diante da atitude do marido. Imediatamente repudiou o presente e seu companheiro começou a jogar a verdade para fora. Sentiu-se decepcionado e frustrado, depois de tudo que fez por ela, o mínimo que ela poderia fazer era agradar-lhe. Percebeu que seu casamento chegava ao fim, pois ter um marido que não respeita as decisões da esposa não há como dar certo.

Ela decidiu que não queria ficar mais com um homem que não a aceitasse fisicamente. Antes de ir embora, em seu último adeus, o marido tentou argumentar, pedindo que ela voltasse pelo menos com um preenchimento labial.

Foi o suficiente para que ela não sucumbisse mais àquele tipo de relacionamento. Impôs-se e foi embora, decidindo contar sua história para o máximo de mulheres que conseguisse.

Ela finaliza seu relato, alertando para nunca se alterarem cirurgicamente para receber o afeto de um homem, pois as mulheres são lindas do jeito que são. Caso um dia decidam fazer alguma intervenção, que seja sua decisão e não porque outros a querem.

Qual a sua opinião sobre esta história? Concorda com o posicionamento desta mulher?

Comente e compartilhe este texto em suas redes sociais!

0 %