O elefante que perdeu sua aliança de casamento – Uma história para refletir

A história do elefante que perdeu sua aliança de casamento é muito antiga, sendo transmitida de geração em geração. É uma história que promove uma importante reflexão. Leia com o coração e mente abertos para uma nova visão de vida.Tudo começa em uma selva, muito distante, na qual morava um elefante jovem e bonito, que já estava na idade de encontrar uma companheira para se casar. No entanto, ainda não havia encontrado nenhuma parceira que realmente lhe tocasse o coração.Ainda estava indeciso, até que, em uma tarde, encontrou com uma manada de elefantes que se aproximava de seu lar. No meio de todos os elefantes, tinha uma fêmea muito bonita, que o encantou à primeira vista.O novo rebanho juntou-se ao dele e então ele se aproximou dela. Conforme conversavam, puderam perceber que tinham muito em comum e acabaram se apaixonando. Depois de alguns meses, informaram aos seus companheiros que se casariam.


Um casamento dos sonhos

Os dois se alegraram com a notícia, pois há tempos não celebravam uma união. Então, começaram-se os preparativos. As elefantas mais experientes foram contratadas para a organização da cerimônia, desde o enxoval até o cardápio. Já os elefantes machos começaram a construir o grande salão onde a união aconteceria.Eles estavam planejando um evento realmente belo, haveria o casamento, a dança regulamentar e todos poderiam celebrar o amor e curtir uma festa muito bonita. Todos os elefantes estavam muito animados e o espírito festivo reinava.A data tão esperada se aproximava e o elefante confiou a fabricação das alianças a um grande amigo, que era um excelente joalheiro!


A perda da aliança

Um dia antes do casamento, ele foi avisado de que as alianças estavam prontas e se apressou em buscá-las. Quando viu o resultado final, ficou encantado, parabenizou seu amigo pelo seu incrível trabalho e se preparou para voltar. Colocou as alianças no porta-malas e estava indo embora quando lembrou, perto de um riacho, que precisava buscar seu terno.Na ansiedade, ele acabou se distraindo e não percebeu que havia uma grande pedra na estrada. Ele bateu nela e caiu no riacho. Foi tudo muito rápido, e quando ele conseguiu se levantar, percebeu que tinha perdido uma das alianças.


Uma perda e um achado

O elefante ficou desesperado, começou a procurar a aliança em todos os lugares, seguiu o curso do rio para ver se a encontrava, mas não conseguiu. A aliança era muito pequena para ser encontrada, e quanto mais ele procurava, mais desesperado ficava.Uma coruja que estava por perto, observa com curiosidade a busca do elefante. “Acalme-se!”, disse, mas o elefante estava ansioso demais para ouvir o seu conselho. A coruja não entendia seu desespero. O casamento seria no dia seguinte e não havia tempo para fazer outra aliança. O que todos pensariam dele?Então, a coruja disse: “Ouça-me, acalme-se. Tudo será resolvido. Eu sei do que estou falando”. Sabendo que a coruja era conhecida por sua sabedoria, o elefante resolveu escutá-la e ficou parado por alguns minutos. Não muito tempo depois, o nível de água diminuiu, a luz atingiu o fundo do rio e ele conseguiu enxergar a aliança no fundo, e a resgatou.Esse momento de dificuldade ensinou uma lição que o jovem elefante levaria consigo por toda a sua vida. Seu desespero não o ajudou a resolver nada, apenas tornou a situação mais complicada ainda, impedindo-o de enxergar a aliança perdida. Ele agradeceu a coruja por sua ajuda e voltou para casa, aproveitando muito seu casamento no dia seguinte.Nos momentos de dificuldade, muitas vezes agimos como o elefante, desesperados, tentando consertar nossos erros, sem perceber que só pioramos as coisas. Nenhum problema é resolvido com desespero.


É preciso ter calma e esperar o momento certo para agir, ou todas as buscas serão em vão.

Guarde essa lição com você. A falta de controle interior é a maior inimiga das conquistas da vida.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Vladlen Abdullin / 123RF Imagens




Deixe seu comentário