Comportamento

Pai desempregado, que pediu trabalho com bebê nos braços, finalmente consegue oportunidade!

Ángel Ustares pediu trabalho com seu filho no colo e, com a solidariedade das pessoas, conseguiu um emprego como mecânico. Confira esTa história!



Um pai à beira do desespero, já não sabendo mais o que fazer para conseguir um emprego e não deixar seu filho desamparado, recorreu às ruas para conseguir um trabalho. Ángel Ustares, de 34 anos, ficou à porta de uma agência bancária em Palermo, pedindo encarecidamente que alguém lhe desse uma oportunidade.

Seu caso tornou-se viral e comoveu muitas pessoas, que prontamente o ajudaram; hoje ele pode respirar aliviado. Esse mecânico e pedreiro precisou mendigar para poder comer e sustentar seus filhos Bastían, de 5 meses, e Catalina, de três anos.

Segundo as informações noticiadas pelo Infobae, Ángel estava vendendo lenços de papel na rua para conseguir algum dinheiro, que não estava sendo suficiente para alimentar sua família.


Ele, sua esposa e filhos instalaram-se por várias horas diante da agência de um bairro de Buenos Aires. A mudança de vida aconteceu graças a uma postagem nas redes sociais.

Uma mulher, ao passar pela porta do banco, viu a situação alarmante da família e resolveu tirar uma foto do pai com o filho no colo, clamando por ajuda. Ela decidiu contar a história em seu Facebook para que, de alguma forma, pudessem ajudá-lo.

Sandra Tolosa compartilhou a foto e o currículo de Ángel, e a transformação começou a acontecer. Rapidamente as pessoas começaram a lhe enviar mensagens. Foram replicando a publicação, até que 15 minutos depois de uma postagem no Linkedin, um homem escreveu dizendo que estava disposto a ajudá-lo financeiramente.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Sandra Tolosa.


Naquela manhã, as doações começaram a chegar. Conseguiram dinheiro para fazer uma compra considerável de alimentos e até um celular para ter mais acesso às oportunidades de emprego.

A história de Ángel e sua família foi ficando cada vez mais famosa na internet e desencadeou uma rede de ajuda poderosa. O caso chegou às mãos de vereadores e de Victoria Tolosa Paz, que se emocionou com a jornada difícil deles.

Graças à equipe de vereadores, foi possível que Bastián, de 5 meses, fosse registrado, pois graças à condição miserável da família, não tiveram a oportunidade de inscrevê-lo no registro civil. Esse procedimento permitiu que a família fosse amparada pelo Estado nacional e com cartão de alimentação, o que já acontecia com a filha mais velha deles.

Cerca de três semanas depois, Ángel recebeu mais de cinco ofertas de emprego, aceitando ser mecânico de uma montadora de carros francesa. Com a ajuda financeira que tiveram, conseguiram mais de um mês de pensão, onde a família está morando. A ideia é permanecer lá até que receba seu primeiro salário.


Essa história é a prova de que um simples gesto pode mudar para sempre a vida de uma família e salvá-la! Que possamos aprender com o exemplo de quem se compadeceu e o ajudou inicialmente, pois foi essa atitude que reuniu todas as outras para que pudessem, finalmente, viver com dignidade!

Casal é encontrado morto com marcas de tiros em apartamento no Rio

Artigo Anterior

“Meu filho usa vestidos e quer se sentir bonito como suas irmãs.” Mãe afirma que roupas não o definem

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.