Comportamento

Pais deixam bebê no chão enquanto comem em um restaurante. Atitude chocou quem passava pelo local

Enquanto se alimentava, o casal não viu problemas em deixar um bebê deitado no chão. As pessoas ficaram indignadas com essa atitude.



A maneira como um pai e uma mãe lidam com a criação dos filhos influencia muito a imagem que a sociedade terá deles. Sabemos que não é fácil lidar com crianças e o quanto as situações podem ser complicadas, exigindo dos pais certo tipo de comportamento.

Mas, em alguns casos, a forma como alguns lidam com eventuais circunstâncias causa estranheza e motiva debates. Quando algo “quebra” o costume, vira alvo de questionamentos e indagações.

Esse caso aconteceu fora do Brasil e mostra um tipo no mínimo diferente de comportamento de pais com um bebê. Enquanto se alimentavam, sentados a uma mesa, a criança estava no chão, deitada, brincando sozinha.


De acordo com informações do The Sun, as pessoas que transitavam no local não entendiam bem o que estava acontecendo. Um cliente se indignou de tal maneira, que decidiu filmar o ocorrido, pois disse não acreditar na cena, que se passou em um refeitório do shopping. Os pais pareciam não se importar com a criança no chão, que agitava algo nas mãos. Eles estavam sentados, conversando e despreocupados durante sua refeição.

As pessoas ficaram perplexas com o fato de um bebê ter sido deixado no piso sem nenhum conforto, nem mesmo um cobertor. Os comentários do vídeo foram devastadores com os responsáveis da criança. Uma das mensagens dizia que o filho não deveria ser tratado feito cachorro, que isso era inadmissível e imperdoável.

Outros falaram que a segurança teria que ser chamada, pois claramente havia algo de errado com aquelas pessoas. Uma usuária compartilhou sua opinião escrevendo que o chão é um lugar sujo, nada propício para deixar um bebê que nem levantar sozinho conseguia.

A maioria dos comentários foi de perplexidade com a situação. As pessoas pediam que o sistema de proteção à criança fosse acionado, pois o bebê não tinha condições de se defender e, segundo elas, aquilo claramente era algo que não fazia bem à saúde da criança. A maioria das mensagens pediam que os pais fossem encontrados e punidos, alegando que não é dessa forma que se trata um bebê, principalmente com tão pouca idade.


Questionaram que, se os pais não tinham problema em fazer isso em público, em casa as coisas deveriam ser bem piores. Estavam expondo a criança ao risco de contrair doenças e infecções. Já outros falaram que, se algo estivesse errado, o bebê estaria chorando e que essas preocupações eram infundadas.

Ginastas alemãs se apresentam nas Olimpíadas de calça e protestam: “Mulher usa o que ela quiser”

Artigo Anterior

Mulher desabafa sobre os desafios de ser mãe: “A maternidade não termina quando o sol se põe”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.