Comportamento

Para amenizar a saudade, filha possui “ursinho da memória” com acessórios da mãe que morreu de câncer

Filha encomendou a pelúcia personalizada com roupa da mãe para que se sentisse um pouco mais perto dela.



O amor de um filho pela mãe é avassalador e não finda com a morte. Apesar de toda a dor da perda e desespero, esse sentimento é capaz de ressignificar tudo de ruim que um falecimento traz.

O amor é puro e verdadeiro, enchendo o coração e proporcionando atitudes que o acalme e lhe transmita paz. Foi o que aconteceu com uma das filhas de Ana Lúcia de Noronha. Ela faleceu de câncer cerebral aos 63 anos, em menos de 10 dias da descoberta. O choque foi muito grande para a família, mas a dor deu lugar à nostalgia e saudade.

O câncer espalhou-se rapidamente, ocupando os dois lados do cérebro. Infelizmente não havia mais o que fazer. Após a terceira parada cardíaca, Ana Lúcia faleceu, deixando quatro filhas e cinco netos.


Uma das filhas é Claudia Regina, que mora em Curitiba (PR) e decidiu homenagear sua mãe com um presente cheio de significado. Ela pediu que uma artesã confeccionasse uma pelúcia, conhecida como “ursinho da memória”.

Com informações do G1, Claudia viu na internet como eram feitos os ursinhos e gostou muito da ideia. Após 10 meses convivendo com a saudade da mãe, ela decidiu encomendar. Contou que, ao pegá-lo, consegue ver a simbologia do amor como algo concreto.

Direitos autorais: arquivo pessoal.

A peça de roupa escolhida para a pelúcia foi uma blusa que sua mãe costumava usar e seus óculos. Claudia conta que não é a mãe que vê ali, mas todo o seu amor e carinho, que ficaram no coração de todos os filhos. Com isso, conseguiram transformar o que era uma simples recordação numa linda homenagem de amor e respeito pela pessoa mais importante de sua vida.


O ursinho foi confeccionado por Joelma Cristina Magalhães, que tem um ateliê em Curitiba. O objetivo das pelúcias era de as mães eternizarem as roupinhas dos filhos recém-nascidos, como uma memória da época do nascimento.

Mas, com o sucesso do seu trabalho, começaram a procurá-la para homenagear entes queridos que já se foram. Depois desse dia, Joelma conta que nunca mais parou.

Segundo as filhas de Ana Lúcia, o ursinho as conforta nos momentos de saudade da mãe. É o amor agindo de formas diferentes e ressignificando toda uma vida.

Comente e compartilhe este texto em suas redes sociais!


Mulher de 26 anos assume cabelos brancos e ajuda outras a terem orgulho de ser grisalhas!

Artigo Anterior

“Agora eu posso rir porque eu tenho meus dentes”, revela menino após tratamento que mudou sua vida!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.