Psicologia explica porque as pessoas ocupadas devem fazer do divertimento uma prioridade na vida:

4min. de leitura

Lembre-se quando você ainda era uma criança, e os legos apresentavam uma oportunidade para construir a torre mais alta do mundo, e foguetes para ir a lua? Sua imaginação trouxe toda a diversão que você precisava.



Quando você saia de férias, corria, saltava e gritava! Você estava sempre pronto para se divertir. Você era espontâneo, criativo e realmente assumia mais riscos do que agora.

No entanto, conforme você cresce, perde o contato com sua brincadeira inata e sustenta a ideia de que a diversão não é uma parte essencial da vida. No entanto, especialistas no campo da psicologia estão reeducando as crianças sobre isso.

De acordo com Brene Brown, PhD,

“Um componente criticamente importante de viver de todo o coração é a diversão. A diversão é tão essencial para a nossa saúde e funciona como descanso (mas) gastar tempo fazendo atividades sem propósito é raro. Na verdade, para muitos de nós, parece um ataque de ansiedade esperando para acontecer. ”


É improvável que você fique semanas sem dormir, mas muitas vezes ficamos uma semana ou mais sem reservar tempo para nos divertirmos. Vivemos em uma cultura de produtividade, onde “fazer as coisas” e “provar a nós mesmos” abrange muito do nosso tempo e espaço mental. Se não conseguimos completar tudo na nossa lista de tarefas, sentimos que não somos suficientes.


Tempo de diversão faz você agir melhor.

No livro de Brown, “Gifts of Imperfection” (A Arte da Imperfeição), ela explica os efeitos tóxicos dessa mentalidade “não bom o suficiente” e discute sua filosofia de “viver com todo o coração – uma maneira de se envolver com o mundo de um lugar digno”. Ao nos divertirmos, eliminamos a pressão de parecermos perfeitos. O mundo parece mais brilhante, as pessoas parecem mais amigáveis, e quando voltamos ao nosso trabalho, nos sentimos revigorados. Mas ter tempo para se divertir faz muito mais do que apenas fazer você se sentir melhor no momento.


Tempo de diversão também pode torná-lo mais atraente.

O pesquisador Gary Chick propôs que a diversão em adultos pode ser um meio de atrair o sexo oposto. Ele descobriu que os homens veem a diversão nas mulheres como um sinal de “juventude” e “saúde”. Ao mesmo tempo, as mulheres veem os homens brincalhões como “não agressivos” e, portanto, mais acessíveis. Ambos os sexos parecem achar a diversão uma qualidade atrativa.


A boa notícia é que se divertir pode ser simples. Você não precisa ir a um parque de diversões ou tirar férias de duas semanas para obter seu “tempo de recreação” essencial. Os aspectos-chave da diversão são prazer, espontaneidade e um senso de diversão! Nesse sentido, se divertir pode ser quase qualquer coisa, desde que você se divirta. Pense naqueles legos comuns que se tornavam algo extraordinário quando você brincava com eles. O mesmo pode ser verdade sobre uma caminhada ao redor do bairro ou uma visita à livraria. Se você quer reduzir o estresse ou atrair alguém especial, tenha sempre tempo para se divertir!

___

Traduzido pela equipe de O Segredo Fonte: Life Hack

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.