ComportamentoEmoções

Quando a depressão distorce a realidade…

Ouvindo centenas de pessoas ao longo dos anos contando sua história sobre como eles vivenciam a depressão e como isso afetou suas vidas.



Uma e outra vez, essas pessoas relataram aos seus psicólogos o quão negativamente elas acreditam que o mundo é.

O que mais impressiona com suas revelações é a falta de perspectiva. Elas estão presas em suas próprias condenações e distorções negativas da realidade.

Parece muito pior do que simplesmente estar cansado e triste. A depressão pode afetar uma pessoa negativamente, ao ponto de distorcer a sua realidade.


Depressão é uma doença, não é um bicho-papão escondido debaixo da minha cama. O termo clínico para este tipo de ruminação é “distorção cognitiva” e é comum ao lidar com a depressão.

DISTORÇÕES COGNITIVAS

O especialista em depressão, Aaron Beck, Ph.D. desenvolveu uma teoria sobre distorções cognitivas e depressão. Estas são, simplesmente, maneiras que nossa mente nos convence de algo que não é verdadeiro. Esses pensamentos imprecisos, geralmente, são usados para reforçar as emoções negativas, dizendo a si mesmas coisas que parecem racionais, quando,na realidade, só servem para mantê-los mal.


Veja quais distorções você emprega quando está deprimido, alguns dos mais comuns incluem:

1. Personalização

Levar todos os acontecimentos para o lado pessoal ou culpar a si mesmo por coisas que estão completamente fora de seu alcance.



2. Desqualificar qualquer positividade

Se algo de bom acontece, a pessoa trata aquilo com insignificante para voltar a focar nos aspectos negativos.



3. Dramatização

Qualquer coisa ruim que acontece terá a pior consequência possível na face da terra.



4. Aumentar

Algo ou tudo é visto em outras proporções enormes, como algo devastador.



5. Culpabilização

Em vez de buscar respostas, a pessoa põe a culpa de tudo em alguém ou algo.



6. Declarações

A pessoa inclui o que acha que deveria estar acontecendo em oposição ao que realmente está acontecendo.



7. Falácia de controle

A pessoa ainda acha que você tem controle sobre eventos ou sentimentos que, na verdade, estão fora do seu controle.


8. Falácia da justiça

Acreditar que tudo é baseado em equidade ou igualdade, quando isso geralmente não é o caso.


9. Acreditar que a situação atual permanecerá a mesma para sempre

Especialmente na depressão, a pessoa pensa ou sente que os sentimentos negativos atuais continuarão sempre os mesmos.


10. Delírios

A pessoa mantém uma falsa crença apesar das evidências do contrário. Isso pode acontecer especialmente em depressão com psicose.

É muito comum sentir estas distorções quando se está deprimido. Sentimos algumas delas, mesmo quando fora de um estado depressivo. Você pode lidar com elas, praticando pensamentos positivos ou conversando com um amigo e fazendo um esforço para acreditar no bem. Você também pode passar por um processo chamado “reestruturação cognitiva” usados em terapia cognitivo-comportamental.

A reestruturação cognitiva ajuda a reconhecer a distorção cognitiva e a avaliar evidências para ver se o que você está pensando é verdade. Ele também envolve a prática de autocompaixão, que é essencial ao experimentar a depressão.

Se você consegue identificar algum amigo ou a si mesmo nestes comportamentos, por favor, procure ajuda. Ninguém é merecedor de viver nesta condição.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Psyciencia

Direitos autorais da imagem de capa: joseasreyes / 123RF Imagens

Eu preciso deixar o passado me esquecer…

Artigo Anterior

Psicologia da conexão, a bela arte de se conectar com as pessoas pelo coração:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.