publicidade

“Queremos compartilhar uma grande alegria: nunca seremos pais!” Fala de casal gera polêmica!

Eles usaram as redes sociais para compartilhar a novidade, mas não imaginaram que causariam tanto debate!



É muito comum as pessoas esperarem filhos, assim que um homem e uma mulher se casam. Não importa a idade, se forem jovens ou não tanto, é certo dizer que alguém perguntará sobre o assunto.

Quando são recém-casados, alguns até entendem quando a resposta do questionamento é negativa, justificando que podem ter mais tempo para pensar. Se a mulher ou o homem falam que não querem ter filhos, as pessoas acham que é por conta da idade, pois ainda vão amadurecer a ideia.

Já os casais que não são jovens, se falam que não pensam em filhos, muito se especula. Acham que é pelo fato de um dos dois não poder ou ter sofrido algum trauma, mas nunca pensam que isso pode ser uma decisão deles, em comum acordo.

Mesmo que a sociedade siga uma linha de comportamento, não podemos achar que todos querem segui-lo. A felicidade é diferente para os outros, e julgar quem optou por não ser pai ou mãe pode não ser uma boa atitude.


A decisão sobre ter ou não ter filhos é exclusivamente do casal envolvido. Com frequência maior, desde 2016 jovens tomam a atitude consciente de não se comprometerem com esse ofício. Encaram a surpresa e condenação de muitos, que tentam e insistem em convencê-los de que ser mãe ou pai é simples.

A romantização da maternidade também é um ponto que faz com que as mulheres deixem de ter essa vontade. Ao mesmo tempo em que muitos falam que é a melhor coisa do mundo, vemos exemplos de mães completamente sozinhas, sem poder educar o filho à sua maneira, porque constantemente são julgadas.


A verdade é que cada um é livre para pensar sobre o assunto. Mas essa liberdade precisa ser respeitosa. Condenar e julgar como pessoas ruins quem optou por não ter filhos é ir contra o progresso da humanidade. Temos de respeitar sempre.

Esse casal que mora na Colômbia publica sua vida nas redes sociais como qualquer outro. O que Andres Flu e Nath Gómez não esperavam era que a publicação se tornasse tão viral. Eles postaram uma foto comemorando a alegria de não serem pais. Andres passou por uma vasectomia e, ao compartilharem o fato, despertaram todos os tipos de reações.

Explicaram que estavam felizes por isso, que aceitaram uma vida em que comprariam brinquedos para si mesmos, poderiam viajar sem limitações, dentre outras coisas. Mas o objetivo não era esse e, sim, contribuir para a conservação do planeta, que na visão deles já está superlotado e sobrecarregado, sofrendo demais. Por isso decidiram não trazer mais um ser humano para contaminá-lo.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@natymon8

Muitos comentários foram de opiniões contrárias à publicação, alguns até bastante ofensivos, dizendo que se queriam realmente fazer bem ao mundo, deveriam parar de respirar, já outros falaram que têm filhos sim e são mais felizes, e não são amargos, como os dois, alguns até dizendo que a mãe deles deveria ter pensado nisso e assim eles não existiriam. Houve também comentários positivos, elogiando o casal pela postura, e que mais pessoas deveriam fazer o mesmo, já que também concordam com a superlotação do planeta.

O caso tomou proporção grande, a ponto de o casal ter dado uma entrevista para o canal Telefe, da Argentina.

Eles comentam que muitos achavam que a decisão era apenas de Nathalie, mas explicaram que foi tomada por ambos, pois já tinham a opinião formada na cabeça, do contrário, o relacionamento não daria certo.

Nathalie disse que entende o amor que os pais sentem por seus filhos, ela consegue ver o exemplo que teve em casa, mas também vê a situação ambiental como algo importante, e que deveria fazer algo. Foi a maneira que encontrou de ajudar o planeta.

Ela finaliza dizendo que não vão achar ruim as pessoas continuarem a ter filhos, só tomaram a decisão de não compactuar com o que não concordam. Andrés disse que o custo de produção de utensílios para bebê e as fraldas descartáveis poluem muito o planeta, pois demoram de 200 a 300 anos para se decompor. Também reiterou que essa era uma decisão pessoal.

E você? Concorda com o casal?

Comente e compartilhe este texto com seus amigos!

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.