Comportamento

Sheila Mello sofre críticas por dançar aos 42: “Deixa isso para as novinhas”

Dançarina usou suas redes sociais para responder a uma seguidora que a criticou por estar “velha demais” para dançar. Confira!



Em alguma altura da vida, uma mulher vai lidar com o preconceito e a desinformação. Ou é nova demais para fazer algo ou velha demais. A verdade é que sempre vão rolar julgamentos. Por causa do padrão institucionalizado para todas nós, nunca somos livres para fazer o que sentimos vontade.

Sempre há aquele comentário despretensioso que, na verdade, mais atrapalha do que ajuda. Muito jovem para tomar decisões sozinha, mas não para casar. Aliás, o casamento é algo bem estimado pela maioria das mulheres, tanto que quando começam a chegar perto dos 30 anos, muitas se descabelam porque ainda não estão num relacionamento sério.

As críticas vêm de todos os lados, tanto de homens quanto de mulheres. Basta fazer algo, o mínimo, que já vai ferir alguém. E o argumento que usam é que a idade não lhe permite mais tal comportamento. Como se a mulher fosse um robô, que apenas seguisse ordens e não tivesse sentimentos ou vontade própria.


Recentemente, a dançarina Sheila Mello resolveu responder a um comentário desnecessário de uma mulher sobre um vídeo que postou dançando. Parece que a seguidora se incomodou com o fato de Sheila, aos 42 anos, esbanjar um corpo perfeito e estar dançando, em plena forma.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@sheilamello.

Na publicação, a pessoa diz: “Deixa isso para as novinhas.” Quase que instantaneamente, a dançarina respondeu, perguntando a ela o porquê da sua frase. Afirmou que dançar é a sua paixão e indagou se largaria o que ama por opinião dos outros.

Continuou a resposta, dizendo que gostaria que todas as “novinhas” e velhinhas dançassem, pois o mundo seria melhor. Finalizou dando uma dica para a seguidora, pedindo para ela dançar também.


Não é de hoje que vemos o quanto o sucesso de uma mulher pode incomodar os outros, principalmente se essa mulher se ama e se aceita. O machismo ainda transforma essas características em algo ruim, como se fossem motivo de rivalidade.

Não há problema em uma mulher de 42 anos se esbaldar na dança. É por causa desses pensamentos que muitas ficam depressivas, fechando-se para o mundo, com medo de julgamentos que alimentam as suas inseguranças.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@sheilamello.


Por um mundo onde as mulheres possam fazer o que quiserem sem que outras ditem o que é certo ou errado. Estamos vivendo uma revolução, onde o grisalho está sendo venerado, os procedimentos estéticos sendo deixados de lado para que possamos criar uma atmosfera mais inclusiva.

A sociedade proíbe muita coisa para nós, qual o problema de viver da maneira como nos sentimos felizes, seja dançando, cantando, plantando bananeira, afinal idade é apenas um número!

“Dizem que eu deveria ter vergonha de mim por causa das estrias, mas honestamente não me importo”

Artigo Anterior

Mãe é humilhada em voo por comissário de bordo, depois de tentar descartar fralda suja de filha

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.