Síndrome de desordem pós 40 anos

5min. de leitura

A vida pós 40 anos é um período único de nossas vidas. Estamos muito mais conscientes de quem somos, do que gostamos e não gostamos, de como podemos fazer nossas vidas mais felizes e das pessoas que devemos manter por perto, para vivermos com mais felicidade e prosperidade.

No entanto, essa fase também tem suas particularidades, muitas delas engraçadas, que nos fazem aprender a rir de nós mesmos e enxergar mais humor e menos negatividade em nossas vidas diárias.



Podemos dizer que a vida após os 40 anos apresenta sintomas muito comuns, e todos que estão nessa fase ou já passaram por ela compartilham muitas experiências. O relato abaixo é uma descrição clara de nossa rotina quando chegamos nessa etapa da vida, e da síndrome de desordem que parece afetar a todos nós quarentões.

É uma história feita para descontrair e encarar as realidades da vida com mais naturalidade e abertura. Se você ainda não chegou nessa etapa, divirta-se com a leitura, mas saiba que um dia você também vai chegar lá!

síndrome de desordem pós 40

Esses dias, quando milagrosamente vi que me sobrava um tempo livre, decidi que ia limpar meu carro que há dias estava sujo.


Então, peguei as chaves e fui em direção a garagem para começar a limpeza, quando percebi algumas correspondências em cima da mesa. Decidido a lavar o carro, só parei um pouco para verificar as correspondências, porque podia ser alguma conta importante ou uma mensagem de urgência.

Coloquei as chaves do carro na escrivaninha ao lado e percebi que o correio também estava cheio, com algumas propagandas e contas para pagar. Decidi jogar os panfletos desnecessários fora, mas percebi que o lixo estava cheio.

Então fui esvaziá-lo. Deixei todas as coisas na escrivaninha de novo e me dei conta de que tem um banco eletrônico muito perto de casa e que pagar as contas é prioridade.


Deixei o lixo no chão, peguei as contas e me dirigi à porta, mas espere… onde eu tinha colocado o cartão do banco?? Lembrei, ficou no bolso da calça que estava usando ontem.

Fui procurar a calça e quando passei pela mesa vi que lá estava a cerveja que estava bebendo há alguns minutos. Antes de achar a calça, decidi guardar a cerveja na geladeira, para terminar depois.

Indo para a cozinha, reparo que a planta que gosto tanto estava murchando e acho melhor regá-la logo, antes de sair. Coloco a cerveja na mesa da cozinha e finalmente encontro os óculos que estava procurando há um tempão, decido guardá-los antes de perdê-los de novo.

Pego um copo cheio de água e vou em direção ao vaso para regar a planta. No meio do caminho, deparo-me com o controle da televisão em cima da pia. Eu não vou me lembrar dele mais tarde quando for assistir, é melhor já levá-lo para a sala. Mas…

Então coloco os óculos na mesa, pego no controle remoto e rego a planta. Derrubei um pouco de água no chá, então deixo o controle no sofá para pegar um pano e limpar o chão.

Andando pelo corredor, reparo no meu quadro que há tempos precisa de uma moldura mais bonita.

De repente, percebo que estou andando sem direção, não lembro de mais nada que ia fazer. Ah! Meus óculos… mas deixa para depois, primeiro o pano.

Pego no pano, vou em direção à planta e vejo o lixo cheio no chão e me perco de novo.

Conclusão, o dia acabou e meu carro ainda está sujo, as contas não foram pagas, a cerveja não foi para a geladeira, a planta não foi completamente regada, não faço ideia de onde está o cartão do banco e muito menos as chaves do carro!

Pensar como o dia foi improdutivo me deixa transtornado, porque me ocupei o tempo todo com todas as coisas para fazer. Essa é uma situação preocupante e preciso buscar ajuda profissional, mas primeiro vou ver o resto do correio…

O que você achou? Já viveu essa rotina alguma vez? Comente abaixo e compartilhe com seus amigos!


Direitos autorais da imagem de capa: Pintura de Inge Löök

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.