Desenvolvimento InteriorDesenvolvimento PessoalVida Plena

Evite discussões que destroem!

Discutir é normal, todos os casais felizes discutem, patrões e empregados discutem naturalmente, Pais e filhos também precisam discutir , isto acontece porque somos todos diferentes,  e as vezes é necessário discutir para chegar a um  acordo, Alem disso não é bom reprimir emoções porque reprimir faz adoecer .



O problema não é a discussão mas sim como se discute.

Há 3 níveis de discussões (Conforme o terapeuta familiar Bernardo Stamateas)

1 – Na discussão somos sócios,  o objetivo da discussão é simplesmente encontrar a solução, este é nível  é o ideal.


2- No segundo nível  a discussão já se transforma numa briga , são 2 opositores, um quer ganhar e fazer o outro perder… um é culpado e o outro é o inocente. este nível é negativo.

3- No terceiro passam de opositores para inimigos e o objetivo é destruir.

Discuta apenas para encontrar soluções, sabe como?


  • Não invente significados, pergunte antes de ficar ofendido… O que queres dizer com isso? Talvez fique ofendido com algo que foi dito sem essa intenção, esclareça o significado antes de explodir.

  • Não ponha etiquetas no outro,  “es um irresponsável” “Es um Porco” Ninguém gosta de ser julgado por algo que fez talvez até, sem intenção.

  • Peça não exija “podes por favor fazer-me um café” e não “estás a ouvir …? Traz aí um cafe”. Pedir é muito diferente de exigir.

  • As discussões devem ser em privado. A discussão deve ser feita entre os envolvidos e não no meio da rua ou entre pessoas que nada tem a ver com o assunto .No entanto é positivo que os filhos saibam  que os seus pais discutem para encontrar soluções e que resolvem problemas sem se ofenderem.

  • Não provoque o outro para poder defender-se, mas se o provocarem a si opte pelo silencio, pois é nestes casos, a melhor resposta.

  • Espere o momento certo para falar do assunto. Se a outra pessoa está muito nervosa e só diz barbaridades, aguarde o momento certo para falar. Peça “20 minutinhos”  para se acalmarem e logo voltarem ao tema. Acredite que esses 20 minutos fazem milagres.

  • Esteja Disposto a pedir desculpa quando percebe que falhou e esteja disposto a corrigir  os seus erros.

Pense por um momento antes de começar a discutir. Vale mesmo a pena discutir por isto? È mesmo necessário? Vai contribuir para melhorar a nossa vida? Ou será apenas uma “mesquinhice” da minha parte? 

Se chegar a conclusão que esta a “afogar-se num copo de agua” simplesmente respire fundo e comece a cantarolar a sua musica favorita!

Apesar de tudo isto há algumas coisas que podem ser feitas para evitar algumas discussões inevitáveis. Como diz o ditado “Mais vale prevenir que remediar…

Quando o  marido ou o chefe lhe pede que resolva um assunto, se não o fizer vai haver uma discussão… como evitar esta discussão?

Já sabe que não pode confiar apenas na memória pois terá muitas coisas para fazer e pode facilmente esquecer-se… “ O seguro morreu de velho” por essa razão, uma excelente forma de evitar esta discussão será por escrever uma nota “Ligar para o mecânico as 14:30”  e assim com um pequeno gesto tão simples evitou uma discussão.

Outra grande discussão que poderá ser evitada é em relação aos filhos. Se sabemos que os nossos filhos são distraídos e deixam passar o tempo sem cumprir com as suas obrigações diárias ao chegar da escola…. como mãe temos a tarefa de indicar-lhes que até á hora de jantar tem de fazer os trabalhos de casa, lavar-se, vestir o pijama e arranjar a mochila para o dia seguinte… isto vai resultar num jantar sem discussões e relaxado para toda a família.

Todos tem o direito de exprimir os seus pontos de vista, não reprima as suas emoções, mas faça isso sem magoar ninguém, cada um tem a sua razão, ninguém está certo e ninguém esta errado. Discuta para encontrar soluções e evite todas as discussões desnecessárias.

Evitar discussões faz parte da Arte de ser Feliz!

Goste-se mais. O resto é o de menos

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.