Pequenas coisas do dia a dia… Combustíveis da felicidade!

2min. de leitura

O cotidiano em si já é maravilhoso.



Eu não faço nada mais do que registrá-lo.

Sarah Breathnach diz  que devemos dedicar um tempo a limpar o ambiente à nossa volta

para que possamos celebrar as maravilhas do dia a dia.


Quando nos cercamos de limpeza, mantemos o espírito arejado.

Limpar e organizar as coisas nos ajuda a pôr em ordem nosso interior.

Sarah afirma que


precisamos utilizar todos os sentidos para realizar qualquer tarefa cotidiana,

10.1-465x309

por mais banal que pareça:

cozinhar, ler o jornal, fazer compras, trabalhar, cuidar das crianças, conversar com os vizinhos.

Toda atividade é uma bela aventura e um momento valioso se acreditarmos nisso.

Se levarmos em consideração esse encanto cotidiano de que falava Kafka,

aproveitaremos muito melhor o tempo e teremos uma vida mais plena,

tomar-banhos-ol-saudabel-460x250

pois faremos de um simples ato um momento especial.

Há outros livros que revelam a delícia por trás da rotina.

O primeiro gole da cerveja e outros minúsculos prazeres, de Philippe Delerm, por exemplo,

ressalta os pequenos deleites diários de que quase não tomamos consciência.

O título já é revelador:

quando estamos sedentos e pedimos qualquer bebida (não necessariamente cerveja),

o primeiro gole é uma autêntica explosão para os sentidos.

img.php

Frequentemente deixamos de valorizar os pequenos prazeres,

que são o combustível da felicidade.

Allan Percy
do livro Kafka para Sobrecarregados- pg 11

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 08/01/2014 às 2:20






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.