Realizando desejos…. Prática de criação!

9min. de leitura

A técnica do objeto e da apreciação.



O que é isso?

Bom, você tem um desejo que gostaria de realizar nos próximos dias?

Algo que você considera ser possível?


Sim, você tem que considerar que seja TOTALMENTE possível (pois como é você quem cria, como pode trabalhar com o sentimento de que não é possível mas que você gostaria muito? Não tem como. Pois não criamos com o “acho que não dá, mas gostaria que acontecesse”).

Veja, ao trabalhar com técnicas, estamos trabalhando é com NOSSO PODER DE CRIAÇÃO…e nosso poder de criação começa quando SABEMOS que é possível. E é isso que estamos trabalhando -> com o acostumarmo-nos com nosso poder…sim, pois existem pessoas que ainda estão achando que vem de fora….e é de dentro que vem…entendem?

Pois bem, você sabe que é possível – assim você consegue trabalhar com a apreciação dessa possibilidade. E tanto sabe que é possível que se compromete com a realização, PERMITINDO-SE, PERMITINDO A REALIZAÇÃO.


Mestres, isso é muito-muito importante…enquanto você trabalha a realização de um desejo você está é trabalhando com sua capacidade de possibilidade…isso é mudança interna, isso é aperfeiçoamento de poder.

Logo, pense num desejo.

E pense num objeto que simboliza esse desejo. Pode ser a figura que representa seu desejo.

desejos-de-ano-novoPor exemplo, você quer uma casa? Escolha uma figura, ou uma estátua, ou um quadro…não importa. Desde que aquele símbolo seja o símbolo de sua casa. E não precisa ser exatamente igual à sua casa. E se for igual? Melhor ainda!

Outro exemplo:

Você quer um amor? Por favor, se João ou Maria já disse que não tem interesse em você, nada de ficar pegando a foto de João ou Maria como símbolo a fim de ter João e Maria. Por que não? Porque isso é trabalhar contra o livre arbítrio de João ou Maria. Isso não pode. Pois estamos trabalhando o nosso poder, aperfeiçoando o nosso poder. João ou Maria são apenas pretextos, por isso você não vai aperfeiçoar seu CORRETO PODER se estiver trabalhando contra o livre arbítrio do outro.

Mas eu desejo João ou Maria!!! Não, você não deseja. Você deseja é um amor. Sim, mas eu desejo o amor de João ou Maria. Não, não deseja. Você deseja um amor. Pois se João resolver ser violento com você ou se Maria resolver lhe trair com outro alguém, você não quererá um amor desse jeito. Entendem? É o amor o que você deseja.

Então se seu desejo é um amor, encontre a figura, a imagem, um bonequinho, uma bonequinha, que represente seu amor, que lhe inspire o tipo de amor que você gostaria de ter…

Outro exemplo: seu desejo é um carro? Uma imagem, figura, uma roda de brinquedo…que simbolize o seu carro.

MAS….e como escolho esse símbolo? É só pensar nele e sair correndo atrás dele? Não.

Não?

Não. Você inspira e respira, pensa na vida, no seu desejo realizado, e olhe ao seu redor…você verá o objeto, figura, etc…você se lembrará de um objeto, figura, etc…esse será seu símbolo.

Perceba ->

é com o EU SOU, com o Alma, com o Espírito, que você faz isso. Assim, o símbolo tem que ser escolhido a partir da alma, do espírito, do Eu Sou…pois quem realiza é a Alma, o Espírito, o Eu Sou.
Ok, Lú, entendi.

Ok, símbolo escolhido com a alma, com o coração…mentalize esse símbolo, olhando para ele e dizendo “eu vou realizar meu desejo, e quando eu realizá-lo, vou juntar esse símbolo ao meu desejo realizado…ou seja, quando eu realizar o amor, eu vou colocar esse símbolo do amor em algum lugar especial, que me lembre de minha capacidade de criar; quando eu realizar esse carro, eu vou colocar esse símbolo no carro, na correntinha que vai ficar no retrovisor, num lugar da casa (tipo porta do guarda-roupa) que vai me lembrar de meu poder de criar; quando eu realizar essa casa, eu vou colocar esse símbolo…bom, você entendeu, certo?

Ok, Lú, entendi.

Durante os próximos 30 dias eu vou observar esse símbolo, vou apreciar meu desejo, vou viver o meu dia de maneira feliz, alegre, e em nenhum momento eu vou sentir pena de mim, desespero, raiva, falta de “fé”…pois estou trabalhando de forma constante na criação de meu desejo, não na desconstrução dele.

E quanto ao desejo de novembro que ainda não foi realizado? Posso ficar com o mesmo desejo? Se quiser, sim.

Mas ele será realizado? Calma, mestres…o Universo é que escolhe o COMO. Não se debata com o COMO. Nós – em termos físicos – somos como cegos, no sentido de que nada sabemos, nada vemos, pois o Universo, a Vida, Deus-Pai, Deus-Mãe, está ARQUITETANDO seus pauzinhos e você não está sabendo o que está acontecendo nos bastidores a fim de que seus desejos sejam realizados.

Você diz que o COMO é do Universo, diz que aceita isso, mas se acontece algo que VOCÊ CONSIDERA como algo ruim, você já diz “tá vendo, não deu certo! Só está acontecendo coisas ruins, meu desejo não vai ser realizado!”….calma, mestres…o COMO é do Universo, lembra?

“Mas isso que aconteceu é ruim!” – Ruim para você, Mestre! Confie na JUSTIÇA DA VIDA! Não vá por sua forma, por seu COMO (pois o COMO é do Universo, Vida, Deus)…

Há dois anos estive dando uma palestra sobre Lei da Atração e tive a oportunidade de conversar com uma pessoa que me disse que desejava uma casa, pois a dela estava bem velha e precisando de reparos. Ela tinha pouca esperança de vender a casa por um bom valor por causa das falhas de estrutura em sua casa. Acontece que naquele ano ocorreu um acidente muito feio no bairro onde ela morava. E ela ficou ainda mais desanimada, pois achava que aquele acidente desvalorizaria ainda mais o local, desvalorizando, consequentemente, mais ainda a casa dela.

No entanto, por causa desse acidente a prefeitura teve que remodelar a área pública onde estava a casa dela. E estava comprando todas as casas da região a fim de remodelar o local.

O valor que foi pago foi o suficiente para que ela comprasse uma outra casa…a casa dos sonhos dela.

Assim, não se apegue ao COMO….não se debata com o COMO…o que lhe parece, nem sempre é. Confie em seu desejo, confie em sua capacidade de criação, confie em si mesmo.

E olhe seu símbolo diariamente, sem pensamentos de possíveis acidentes, de maluquices (sim, pois depois do que contei aqui é bem provável que sua mente vá começar a divagar sobre um monte de coisas que você não gosta…e não é assim que se realizam desejos…você só tem que se centrar no pedir e receber…o COMO fica por conta da Vida, de Deus, do Universo).

Mantenha pensamentos de alegria, de apreciação sobre o mistério da vida, sobre a realização de sua felicidade…e PERMITA-SE.

 

Escrito por Lu via Espaço Criando

Técnica Inspirada para Exercício com a Comunidade ‘Espiritualidade Metafísica’

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 19/02/2017 às 5:26






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.