Família

Atleta com câncer descobriu gravidez durante tratamento e teve o filho: “Nunca pensei em interromper”

1 capa Atleta com cancer descobriu gravidez durante tratamento e teve o filho Nunca pensei em interromper

Para Sol, a maternidade estava fora de cogitação, principalmente porque tinha acabado de receber o diagnóstico de câncer no fígado.



A maternidade é um dos momentos mais esperados por muitas mulheres, que planejam a chegada do novo membro e se preparam para esse momento.

A gestação é outra ocasião capaz de modificar completamente a mulher, não apenas de maneira física, mas também emocional, já que os hormônios a preparam para se tornar mãe.

Para a ex-atleta de fisiculturismo Sol Meneghini, de 32 anos, descobrir que estava grávida entrou mais para a lista de medos do que de comemoração imediata, isso porque antes de descobrir que estava esperando Eduardo, recebeu o diagnóstico de câncer no fígado, e já tinha começado a fazer a quimioterapia.


Sol foi atleta da área por alguns anos e chegou a ganhar títulos nacionais e internacionais. Em 2014, segundo reportagem do UOL, um pouco antes de entrar para uma competição nos Estados Unidos, um médico a chamou ao consultório para falar do resultado dos seus exames obrigatórios.

O que era para ser apenas uma investigação de drogas hormonais, acabou se transformando em medo: o médico disse que os exames mostravam alteração no fígado e que Sol precisava investigar isso imediatamente. Ela conta que se sentia no auge da carreira, estava tão bem fisicamente, que nem sequer pegava gripe, por isso custou a acreditar que tinha câncer.

1 2 Atleta com cancer descobriu gravidez durante tratamento e teve o filho Nunca pensei em interromper

Direitos autorais: reprodução Instagram/@solmeneghini.

1 3 Atleta com cancer descobriu gravidez durante tratamento e teve o filho Nunca pensei em interromper

Direitos autorais: reprodução Instagram/@solmeneghini.


Sol também era recém-casada, curtindo os primeiros meses com o marido, sem imaginar que a vida mudaria completamente. Assim que se consultou com um oncologista, o medo foi confirmado, ela tinha um tumor no fígado e precisava começar a quimioterapia o quanto antes. Na semana seguinte, o tratamento começou, e ela percebeu que ficava extremamente enjoada após a sessão.

A atleta questionou o médico, quando reparou que passava mais tempo enjoada do que normal, mas ele disse que era normal, já que a quimioterapia é muito forte. Em um dia em que desmaiou de tanto enjoo, o exame do pronto-socorro acabou revelando que Sol, na verdade, estava grávida havia cerca de quatro meses.

1 4 Atleta com cancer descobriu gravidez durante tratamento e teve o filho Nunca pensei em interromper

Direitos autorais: reprodução Instagram/@solmeneghini.

Sol achava impossível estar grávida e, ao mesmo tempo, acreditava que aquilo não poderia acontecer, já que estava no meio de um tratamento oncológico, e gestar uma criança é incompatível com a quantidade de remédios dentro do organismo. Muito preocupada com o bebê, o primeiro impacto lhe trouxe mais pensamentos negativos do que o amor instantâneo pela maternidade.


Ela precisou parar a quimioterapia e começar a fazer o tratamento pré-natal, revelando que Sol estava grávida de gêmeos, dos quais um infelizmente havia falecido. O baque foi instantâneo, mas não havia o que pudesse ser feito e, como as crianças estavam em placentas diferentes, a única coisa a fazer era esperar o próprio corpo expelir o feto.

A história de luta de Sol não para por aqui, ela nunca pensou, uma só vez, em interromper sua gravidez, mesmo estando doente. Mas nunca quis que seu filho passasse por nenhum sofrimento, algo natural na maternidade, o que a deixava com muito receio.

O parto foi outro momento delicado, principalmente porque Eduardo nasceu prematuramente, e os médicos ainda precisaram usar o fórceps para retirá-lo. Eduardo, “Dudu” como a mãe o chama, passou uma semana na UTI neonatal, e ela revela que sentiu a maior alegria do mundo quando recebeu alta e puderam ir para casa juntos. Ele foi amamentado por cinco meses, pois ela precisava voltar o quanto antes às suas sessões de quimioterapia.

1 5 Atleta com cancer descobriu gravidez durante tratamento e teve o filho Nunca pensei em interromper

Direitos autorais: reprodução Instagram/@solmeneghini.


Sol fez o tratamento necessário e não precisou passar por nenhuma cirurgia, sendo considerada atualmente “curada do câncer”. Regularmente, ela passa por consultas médicas para ter certeza de que não existe mais nenhum sinal de retorno do tumor, mas basta o monitoramento regular.

Eduardo é uma criança saudável, foi diagnosticada com autismo pouco depois dos 2 anos, e hoje a principal batalha de Sol é pela inclusão dele, buscando aceitação e conscientização a respeito do quadro. A mãe deixou a carreira de fisiculturista e hoje atua como personal trainer e influenciadora digital.


Teste psicológico: escolha um elemento na imagem e ele lhe revelará sua principal carência emocional

Artigo Anterior

“Sem ser gravado é muito pior”, declara Duda Reis sobre expulsão de Nego do Borel de “A Fazenda”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.