Eu não sou mãe, mas sou tia, e tenho um “filho” do coração



Só porque uma mulher opta por não ser mãe, não significa que não pode ter um filho do coração, alguém que não saiu de sua barriga, mas que desperta todo o seu amor e dedicação.

Os filhos do coração são as crianças de nossas (os) irmãs (os) ou de nossas (os) amigas (os), e nosso amor por elas começa antes mesmo que as vejamos pela primeira vez. Ao recebermos a notícia de que seremos tias, nossos corações se enchem de alegria e gratidão, e desde esse momento sabemos que teremos um pequenino para fazer parte de nossos dias e para receber todo o carinho e mimos que temos para oferecer.

Durante a gravidez, acompanhamos cada novidade e nos alegramos a cada chute, e quando chegamos perto do grande dia, ficamos tão ansiosas quanto as próprias mães, fazendo questão de estarmos presentes ao seu lado em todos os momentos, aguardando o momento de finalmente conhecermos nossos pequenos e darmos todo o amor que guardamos em nossos corações por nove meses.

O amor de tia é especial, ele oferece ao mesmo tempo liberdade e proteção, cuidado e desapego, presença e independência.

As tias oferecem tudo o que seus sobrinhos precisam para serem felizes, seguros e confiantes, mas ao mesmo tempo permitem que eles criem as próprias asas e vivam suas experiências, sabendo que sempre terão você por perto quando precisarem de um ponto de paz e segurança.

Ainda que muitas vezes não possamos estar tão presentes nas vidas de nossos sobrinhos como suas mães e pais, damos sempre um jeito de mostrar que os amamos e que a distância não faz com que nos importemos menos. Aliás, quanto mais tempo passamos longe, mais aumenta a saudade e mais ansiosos ficamos por podermos estar ao seu lado, criando momentos especiais e aproveitando dessa conexão única.

Muitas pessoas não entendem como podemos amar tanto uma pessoa que não saiu de nosso ventre, que não é nossa de verdade e muitas vezes nem faz parte da mesma família, mas quando se trata do amor de uma tia, o sangue não importa, porque o sentimento fala muito mais alto do que qualquer semelhança de DNA.

Só as tias, aquelas que possuem um filho do coração entendem como é esse relacionamento tão especial. Apesar de muitas delas não fazerem ideia de como amamentar, ficar acordada até tarde ou ter suas rotinas totalmente modificadas com a chegada de uma criança, elas têm
um sentimento puro e verdadeiro para oferecer, e isso é tudo que uma pessoa precisa para crescer com segurança e amor



Se você é uma tia de sangue ou de consideração, você tem muita sorte, pois pode experimentar um pouco do amor de mãe e ter em sua vida uma pessoa que sempre será um pouco sua, não importa quanto tempo passe.

Um abraço para todas as nossas tias-mães, que fazem nossas vidas muito mais felizes!


Direitos autorais da imagem de capa: StockSnap / Pixabay






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.