Família

Mulher adota crianças e declara que não deixa que a chamem de mãe, a não ser que queiram

Direitos autorais: reprodução Instagram/@andreaaharris.
1 Capa Mulher adota criancas e declara que nao deixa que a chamem de mae a nao ser que queiram

Ela afirma deixar os filhos decidirem o que precisam e não gosta de impor, já que a vontade deles é o mais importante. Conheça esta história!

Andrea Harris contou ao Love What Matters como a sua jornada na maternidade se iniciou. Ela disse que oito anos atrás estava orando para começar sua família e ia constantemente ao médico para tratar-se da infertilidade.

Não eram pais adotivos licenciados quando receberam um telefonema que mudou suas vidas. Era sobre uma criança que precisava de um lar com muito carinho e respeito. Andrea diz que a ligação foi na mesma semana em que saberiam se o tratamento contra a infertilidade estava surtindo efeito.

Prontamente aceitaram a criança e já sabiam no coração que era ela a filha que tanto esperaram.

1 2 Mulher adota criancas e declara que nao deixa que a chamem de mae a nao ser que queiram

Direitos autorais: reprodução Instagram/@andreaaharris.

Andrea afirma que os filhos adotivos trazem muitas perguntas para as quais os pais não têm  respostas simples ou rápidas. Porque não é possível prever o futuro ou como e quando as coisas acontecerão. A única certeza é que essas crianças precisam de uma mãe e um pai mais do que podemos imaginar.

Segundo ela, os buracos que ficaram no coração deles é difícil de preencher, por isso não é legal lhes impor condições. Andrea declara que filhos biológicos já precisam de total apoio e dedicação, mas os adotivos precisam disso multiplicado por dez, pois ser abandonado deixa traumas, mesmo que isso tenha acontecido logo no início da vida.

1 3 Mulher adota criancas e declara que nao deixa que a chamem de mae a nao ser que queiram

Direitos autorais: reprodução Instagram/@andreaaharris.

1 4 Mulher adota criancas e declara que nao deixa que a chamem de mae a nao ser que queiram

Direitos autorais: reprodução Instagram/@andreaaharris.

Por isso ela refletiu sobre deixar seus filhos a chamarem de mãe. Tecnicamente, ela diz que não é a “mãe de verdade”, no contexto biológico, então, não tem esse poder de impor a maneira como a chamam.

E sente que é necessário deixar que eles a chamem do jeito que precisam. Esse poder de escolha e tomada de decisão é muito importante na vida deles. Andreas reitera que não deixa de ser mãe só porque não a chamam assim. Contou que ela e o esposo receberam algumas crianças no ano passado, com as quais ficaram por meses ou apenas em um fim de semana.

Todos se referiram ao casal como pai e mãe, mas o rótulo não importa para Andrea. O papel que desempenham para as crianças é o mais importante, então, isso não a incomoda, mesmo que cause estranheza em outras pessoas.

1 5 Mulher adota criancas e declara que nao deixa que a chamem de mae a nao ser que queiram

Direitos autorais: reprodução Instagram/@andreaaharris.

Finaliza declarando que ser pai ou mãe está além da denominação. Não acha justo impor aos filhos chamá-la sempre de mãe se, no fundo do coração deles, não querem. Isso não diminui o amor. É sobre respeitar as decisões deles, concluiu.

0 %